Tamanho do texto

Briga é permitida na NHL até que um dos atletas caia no chão

briga no hóquei do gelo
AFP
Briga entre atletas do hóquei no gelo, no game 3 dos playoffs da NHL, deixou um desacordado

A noite desta segunda-feira (15) foi agitada nos playoffs da NHL (Liga Nacional de Hóquei). Durante o jogo três entre Washington Capitals e Carolina Hurricanes, dois atletas se estranharam e transforaram a pista de gelo em ringue de boxe.

Leia também:  Guilherme Arana, ex-Corinthians, canta versão homofóbica de hino do SPFC

Andrei Svechnikov, do Hurricanes, foi para cima de Alex Ovechkin, capitão do Washington, depois de uma falta. A briga aconteceu ainda no primeiro quarto dos playoffs , aos 09 minutos de partida.

Ovechkin acertou três socos no rosto do jovem de 19 anos que caiu desacordado no gelo e precisou da ajuda de alguns companheiros para se levantar. Svechnikov foi levado ao vestiário e não conseguiu retornar para terminar o jogo de hóquei no gelo .

Após o confronto, o veterano de 33 anos comentou sobre o ocorrido. “Eu espero que você esteja bem, eu não sou um grande lutador. Me pediu para brigar e eu disse ‘Vamos’. Não quero ver um jovem machucado ou algo assim”.

O treinador do Carolina Hurricanes, Rod Brind’Amour, disse não concordar com o descontrole de Ovechkin, mas admite que seu atleta estava errado. “É um pouco difícil porque ele confessou que nosso jovem o desafiou. Então, em casos assim é um pouco diferente”, disse ele.

Esse tipo de agressão é permitido pela NHL e está presente no regulamento da competição. Apesar disso, os atletas sempre pegam penas leves, como multas, pelo comportamento agressivo.

Leia também:  Russel Wilson renova com Seahawks e será o mais bem pago da história da NFL

O Hurricanes venceu o duelo por 5 a 0, mas segue em desvantagem no duelo. O Washington Capitals está na frente no agregado por 2 a 1. Quem vencer o playoffs das oitavas de final disputará vaga nas semifinais com o vencedor do duelo NY Islanders e Pittsburgh Penguins (3 a 0).