Tamanho do texto

Acordo já foi assinado por representantes de ambos os países e é mais um passo da reaproximação após décadas de conflito

As Coreias do Sul e do Norte fecharam um acordo nesta sexta-feira para formalizar, junto ao Comitê Olímpico Internacional, a intenção de avançar com uma candidatura conjunta para organizarem as Olimpíadas de 2032, informou a imprensa sul-coreana.

Leia também: Coreias do Norte e do Sul se unem para disputar Mundial de tênis de mesa

Representantes das Coreias conversam com o presidente do COI sobre a possibilidade de sediar as Olimpíadas de 2032
Divulgação
Representantes das Coreias conversam com o presidente do COI sobre a possibilidade de sediar as Olimpíadas de 2032

O documento com a intenção de sediar as Olimpíadas de 2032 foi assinado pelos vice-ministros dos Esportes dos dois países, o sul-coreano Roh Tae-kang e o norte-coreano Won Kil-u, durante reunião na cidade fronteiriça de Kaesong, na Coreia do Norte .

Essa parceria é mais uma demonstração da aproximação das duas nações, que viram seus líderes, Kim Jong-in e Moon Jae-in, protagonizarem uma cúpula histórica. Os países vizinhos entraram em conflito entre 1950 e 1953 na chamada Guerra da Correia. O conflito foi iniciado por disputas territoriais influenciadas por soviéticos e norte-americanos.

Leia também: Flavia Saraiva é Top 10 no individual geral feminino; Simone Biles bate recorde

A tentativa de sediar um evento esportivo conjunto já foi colocada em pauta há 30 anos. Em 1988, os países discutiram a possibilidade de abrigar os Jogos Olímpicos de Verão, porém devido a divergências quanto à distribuição das provas as conversas fracassaram. Mais próxima dos interesses dos Jogos a sede foi Seul. A Coreia do Sul, inclusive, foi sede dos últimos Jogos de Inverno, realizados em fevereiro deste ano.

Os Jogos de Inverno de PyeongChang de 2018 entraram para história da pacificação entre as Coreias quando o time de hóquei feminino no gelo foi uma mistura do Norte com o Sul. Na cerimonia de abertura as atletas desfilaram lado a lado com a bandeira da Coreia unificada.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) o alemão Thomas Bach, disse que está aberto a conversas com as duas Coreias no sentido que se apresentem unidas nos Jogos de Tóquio em 2020.

Leia também: Prova de ciclismo prestará homenagem aos 500 anos da morte de Da Vinci

O processo de candidaturas para sediar as Olimpíadas de 2032 ainda não teve início, mas algumas localidades já demonstraram interesse, como a cidade australiana de Brisbane, a alemã Renânia e a Índia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.