Tamanho do texto

Ao aterrissar, o snowboarder Markus Schairer caiu de costas e bateu a cabeça na neve; como consequência, fraturou a quinta vértebra

Markus Schairer, atleta de snowboard cross da delegação austríaca em  PyeongChang 2018
Reprodução
Markus Schairer, atleta de snowboard cross da delegação austríaca em PyeongChang 2018

O austríaco Markus Schairer deu um susto em quem assistia as quartas de final do snowboard cross em PyeongChang , na Coreia do Sul. Ao errar uma aterrissagem, o atleta de 30 anos de idade quebrou uma vértebra da coluna cervical. O acidente aconteceu no penúltimo salto do circuito, enquanto ele estava na quarta colocação.

Leia também: Pais viajam 17 mil quilômetros de bike para ver o filho nos Jogos de Inverno

Nas imagens, é possível perceber que após o salto, a aterrissagem já não ia acontecer como planejada. No ar, Markus está de costas para o chão e ao cair, bate com a cabeça na neve. Enquanto seus concorrentes cruzavam a linha de chegada, ele ficou parado por alguns instantes. E para a surpresa dos espectadores, o atleta se levantou e completou a prova sozinho, sem nenhum auxílio.

Leia também: Patinadora canadense recebe ameaças de morte em Pyeongchang

Assista o vídeo:

Apesar da queda feia, foi só um susto. Com algumas dores, foi diagnosticado com fratura na quinta vértebra e por sorte, não está com danos neurológicos. Ainda assim, o Comitê Olímpico Austríaco anunciou que Markus será levado de volta ao seu país natal.

Leia também: 'Parque do Pênis' na Coreia do Sul vira atração turística nos Jogos de Inverno

"O atleta de snowboard Markus Schairer sofreu uma fratura da quinta vértebra cervical por conta de uma queda nas quartas de final em Bokwang. A boa notícia é: deficiências neurológicas não estão presentes e como consequência, danos podem ser descartados até o momento. Os homem de 30 anos de idade se machucou no penúltimo salto, mas de forma independente, chegou até o final. O transporte de retorno para a Áustria está preparado (com assistência médica) e deve ocorrer o mais rápido possível", afirmou a delegação austríaca por meio de nota oficial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.