Tamanho do texto

Aos 10 anos de idade, Tyron Woodley prometeu à sua mãe que a presentearia com uma nova residência; ele cumpriu 25 anos depois

Tyron Woodley, lutador do UFC  e líder do ranking da categoria Peso-meio-médio
Reprodução
Tyron Woodley, lutador do UFC e líder do ranking da categoria Peso-meio-médio

Atual detentor do cinturão da categoria Peso-meio-médio do UFC, Tyron Woodley se mostrou ser um homem de palavras. Mesmo depois de alguns anos, o lutador de 35 anos de idade cumpriu uma promessa que fez à sua mãe quando tinha 10. No Natal de 2017, ele presenteou a matriarca com uma nova casa.

LEIA TAMBÉM: Lutador de MMA dá mata-leão e agride noiva após discussão; veja fotos

25 anos depois de ter prometido dar uma residência à sua mãe, ele registrou o momento em um vídeo compartilhado no Instagram. Nas imagens, ele conta que havia dito presenteá-la quando se tornasse profissional e hoje, fez com que a promessa se concretizasse. Além de filmar a nova casa da mãe, o lutador mostra o carro no qual os filhos se encontram, pois ajudaram na escolha.

"É um Natal muito especial para mim. Desde quando eu era uma criança de 10 anos, dizia para a minha mãe que compraria uma casa para ela. Eu falava: 'Mamãe, vou me tornar um atleta profissional e te comprar uma casa'. Eu dizia isso para ela quando era uma criança. E hoje é o dia. O dinheiro entrou e consegui recompensar a minha mãe por tudo. Meus filhos estão no carro, porque eles são parte disso também, eles já vão sair para ver a nova casa da vovó. Deus é bom, pessoal. Hoje é um grande dia para mim e estou empolgado", disse Tyron Woodley .

LEIA TAMBÉM: Imagem forte! Orelha de boxeador inglês quase é arrancada durante luta

Assista o vídeo:








LEIA TAMBÉM: Lutadora brasileira supera abuso sexual e vício em crack para chegar ao UFC

Tyron Woodley é detentor de 18 vitórias, um único empate e apenas três derrotas. O lutador de St. Louis, no estado norte-americano de Missouri, possui o apelido " The Chosen One ", "o escolhido" em português. Em 29 de julho de 2017, venceu o brasileiro Demian Maia, e se manteve com o cinturão da categoria Peso-meio-médio do UFC.

    Leia tudo sobre: luta casa