Tamanho do texto

Clovis Hancock tentou repetir o que o brasileiro Edson Barboza costuma fazer, mas não acertou golpe e produziu uma cena bizarra

Clovis Hancock errou chute alto e depois foi nocauteado por lutador do Cazaquistão
Reprodução
Clovis Hancock errou chute alto e depois foi nocauteado por lutador do Cazaquistão

O lutador norte-americano Clovis Hancock enfrentou o cazaque Nikolay Veretennikov pelo Legacy Fighting Alliance 7, torneio de MMA, na madrugada da última sexta-feira (24), na cidade de Houston, no Texas, e tentou impressionar o adversário e o público no primeiro round com um golpe de capoeira, mas passou vergonha.

Leia também: Família processa seis pessoas e academia de Pettis por morte de lutador

Já no fim do primeiro assalto, Hancock tentou aplicar um chute alto, especialidade do lutador brasileiro Edson Barboza, mas o movimento saiu totalmente errado e ele perdeu o equilíbrio e caiu no chão em uma cena bizarra. Sem reação, o adversário apenas balançou a cabeça e esperou que Clovis levantasse.

Leia também: Arianny Celeste, musa do UFC, posta foto de topless e segurando o seio de amiga

Assista ao golpe que saiu errado

No terceiro round, Clovis Hancock provou do próprio veneno e foi nocauteado após Nikolay Veretennikov acertar um chute alto após uma sequência de socos. Em sua carreira, ele tem duas vitórias e duas derrotas, enquanto o cazaque venceu sua quarta luta, além de já ter acumulado dois resultados negativos.

Abaixo, o nocaute

Além de competir pelo Legacy outras três vezes como profissional, o lutador norte-americano de 31 anos também passou pelo Bellator, quando venceu Ruben Esparza. Em sua carreira como amador, Clovis Hancock venceu quatro duelos e perdeu três. O primeiro foi em 2013, quando ele baeu em Rudy Alvarado.

Leia também: Elas já dividiram o pódio olímpico e hoje formam um casal; confira

Depois, foram três reveses consecutivos, contra Kenyatta Carter e Daryl Orr duas vezes. A próxima vitória do lutador veio em junho 2015, contra Jimmy Boyette, menos de um mês depois, venceu Edward Gonzalez e ainda Danny Bennett, no mesmo ano, antes de se tornar profissional. Começou bem, venceu duas vzees, mas não sabe o que é comemorar uma vitória desde maio do ano passado.

    Leia tudo sobre: luta