Pai de Neymar revelou nervosismo do craque antes de bater pênalti decisivo nos Jogos Olímpicos
Reprodução - Mowa Press
Pai de Neymar revelou nervosismo do craque antes de bater pênalti decisivo nos Jogos Olímpicos

O ouro olímpico em 2016 é uma das conquistas mais importantes da história da seleção brasileira. Na partida decisiva contra Alemanha, coube a Neymar a responsabildade de bater o último pênalti. Quase dois anos depois, o pai do craque revelou os bastidores desse dia em entrevista para o site sobre os 10 anos de carreira do camisa 10 (acesse clicando aqui ).

Leia também: Pai de Neymar avisa Real e Barça que filho planeja sair do PSG, diz jornal

Neymar pai, como ficou conhecido, revela que o filho viu “o gol pequeno” e “o goleiro muito grande” segundos antes do pênalti decisivo, e que o questionou sobre o motivo de ter escolhido justamente o último pênalti para cobrar.

“A responsabilidade é minha do último pênalti, ele (Neymar Jr) me disse. Se foi responsabilidade minha até agora, pai, ela também é minha até o final. Falei que tinha orgulho dele ser assim”, recordou sua conversa com o filho após a conquista das Olimpíadas .

undefined
Reprodução / Mowa Press

Neymar converteu o pênalti e o Brasil conquistou sua primeira medalha de ouro no futebol

Embora seguro da missão que estava diante dos seus pés naquele 20 de agosto de 2016 no estádio do Maracanã contra a Alemanha, que dois anos antes meteu 7 a 1 na seleção brasileira , Neymar Jr falou para o pai sobre o que pensou no caminho até a grande área. 

Você viu?

“Eu vou falar uma verdade para você: quando é o último e sei que preciso fazer o gol para ganharmos eu olhei...Parecia que eu não via o gol de tão pequeno que estava, mas eu vi o goleiro muito grande. Eu fui caminhando em direção ao pênalti, quando eu abaixo a cabeça peço para Deus me ajudar, me dar tranquilidade e beijo a bola. Ele me diz que depois vira, olha para o gol e é como se o gol tivesse ficado muito grande e o goleiro muito pequeno. Ele olhou e falou ‘eu vou bater ali porque não tem como ele chegar’. Aí, o gol ficou muito grande”, conta.

Leia também: Neymar faturou cerca de R$ 10 milhões por gol marcado em 2018; veja infográfico

Neymar abraça Micale após a conquista
Reprodução / Mowa Press
Neymar abraça Micale após a conquista

Já Rogério Micale, treinador que estava à beira do campo naquele dia, destaca que em momento nenhum temeu pelo pior.

“Eu estava muito confiante porque ele treinou muito, ele treina muito. Quando a bola sobra para ele, sobrou no pé de quem tem condição de tirar. Quando você vê em uma pessoa a condição dela te dar a resposta que você quer, a tendência é você ficar mais tranquilo”, afirmou.

Leia também: Uefa abre investigação disciplinar contra Neymar após críticas a arbitragem

“O Neymar Jr em um pênalti é um especialista, tem personalidade, técnica, treina para aquilo. Ou seja, estou na mão de um especialista, então a probabilidade de dar certo é muito maior”, complementou Micale.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários