Griezmann perde patrocínio de empresa
Divulgação
Griezmann perde patrocínio de empresa

A Konami rompeu o contrato com o atacante do Barcelona e da seleção francesa, Antoine Griezmann. O jogador, que era embaixador do 'Yu-Gi-Oh' há menos de um mês, teve o vínculo cancelado  após surgir um vídeo dele e do atacante Ousmane Dembele rindo de trabalhadores asiáticos durante uma turnê do clube espanhol no Japão em 2019. Ambos foram acusados de xenofobia e se desculparam, mas negaram tê-lo cometido.

Em nota, a Konami, que também produz o jogo 'Pro Evolution Soccer', com o qual o Barcelona é parceiro oficial, comunicou a decisão de encerrar o contrato do atacante francês.

- A Konami Digital Entertainment acredita, como é a filosofia dos esportes, que discriminação de qualquer tipo é inaceitável. Anteriormente, havíamos anunciado Antoine Griezmann como nosso embaixador de conteúdo de Yu-Gi-Oh!, mas, à luz dos eventos recentes, decidimos cancelar o contrato. Em relação à nossa franquia eFootball PES, vamos requerer que o Barcelona, como clube parceiro, esclareça os detalhes desse caso e suas futuras ações.

O vídeo caiu como uma bomba na França e os atletas foram duramente criticados pelos fãs nas redes sociais. Muitos deles usaram a frase "Stop Asian Hate" (pare com o ódio aos asiáticos) como forma de protesto contra os atletas do Barça.

- Todos esses 'caras feias' só para que eu possa jogar PES. Não está envergonhado?", disse Dembélé enquanto filmava Griezmann. "Que tipo de língua ao contrário é essa? (se referindo ao diálogo entre os funcionários). Vocês são avançados tecnologicamente em seu país ou não? - ironizou enquanto dava zoom nos funcionários no vídeo vazado; assista:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários