Trump e Ronaldo
Reprodução
Trump e Ronaldo

Confirmado para sua estreia na Euro 2021 , Cristiano Ronaldo não vive um dos melhores momentos em campo, com a permanência na Juventus ainda sendo uma incógnita . Fora dele o jogador também não tem tido muito o que comemorar no que diz respeito aos seus investimentos imobiliários.

Após entrar em litígio com a Câmara Municipal de Lisboa , por algumas obras supostamente ilegais realizadas na sua cobertura de 300 metros quadrados e onde gastou 7,2 milhões de euros (veja fotos na galeria abaixo) , agora, o português tenta se livrar de um apartamento que possui na Trump Tower, em Nova Iorque, e que adquiriu por um valor de cerca de 15 milhões de euros.

A compra foi feita antes de Donald Trump se tornar presidente dos Estados Unidos, mas o imóvel só causou problemas. Localizado na Quinta Avenida, o jogador vem acompanhando o preço do imóvel desabar, graças, entre outras coisas, a situação do ex-presidente americano, quem caiu em desgraça.

Conforme o The New York Post, Ronaldo colocou a incômoda propriedade à venda em 2019 por menos da metade do dinheiro que desembolsou, cerca de US$ 9 milhões, mas sem nenhuma oferta e em meio a uma pandemia, o jogador foi forçado a continuar a reduzir esse preço. Em 19 de maio, o valor já chegava a seis milhões de euros.

Apesar de se tornar o primeiro atleta em atividade a ultrapassar um bilhão de dólares em ganhos, de acordo com a revista Forbes , a perda no caso é considerável. Para piorar, Cristiano não gosta de perder em nenhuma área da vida. Nem em seus investimentos e negócios.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários