Ryan Giggs, ídolo do Manchester United, responde por agressões contra duas mulheres
Divulgação
Ryan Giggs, ídolo do Manchester United, responde por agressões contra duas mulheres

Ryan Giggs, demitido da seleção do País de Gales , compareceu ao Tribunal de Manchester pela primeira vez e se declarou inocente das acusações de ter agredido sua ex-esposa, Kate Greville, e sua irmã, Emma Greville, no último dia primeiro de novembro.

Além das agressões, o ex-meia também é acusado por controle e comportamento coercitivo durante a relação com Kate, que durou entre 2017 e 2020. Segundo a promotora Andrea Griffiths, o treinador isolava a mulher das relações sociais com amigos e colegas de trabalho. Recentemente, Giggs foi visto com uma nova namorada .

As irmãs não compareceram a audiência que durou cerca de 13 minutos. Por conta das acusações, Giggs não irá comandar o País de Gales na Eurocopa e a seleção será dirigida por Robert Page. No entanto, o futuro do técnico segue indefinido.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários