Mateus Gonçalves atinge 36 km/h em jogada
Instagram/Mateus Gonçalves
Mateus Gonçalves atinge 36 km/h em jogada

O atacante Mateus Gonçalves, do  Cerro Porteño, chamou a atenção com uma bela jogada na última terça-feira (9) na partida diante do River Plate-PAR pelo Campeonato Paraguaio. O ex-Ceará entrou no intervalo, onde o Cerro vencia apenas por 1 a 0 e, em uma arracada partindo do setor defensivo, que atingiu 36 km/h velocidade, desmontou o setor defensivo da equipe adversária e cruzou para o  atacante Boselli, ex-Corinthians, marcar o segundo gol da equipe, aumentando a vantagem dos donos da casa. A vitória por 3 a 0 foi a primeira do time após quatro partidas sem vencer.


Vivendo a expectativa de disputar a Libertadores da América, onde a equipe entra somente na fase de grupos, Mateus Gonçalves disputou 6 jogos pelo time paraguaio, embora não tenha sido titular, soma 90 minutos em campo e tem sido uma das principais armas ofensivas do elenco. Desde que chegou ao país há um pouco mais de um mês, o brasileiro está se adaptando as novas rotinas do futebol paraguaio e buscando seu espaço, inclusive, já aparece entre os três melhores jogadores no quesito arrancadas, com 4.96 por jogo no Torneio Apertura.

- Sou muito rápido, é uma característica minha, então obviamente isso se destaca mais no segundo tempo, mas com o trabalho vou mostrando minhas características e qualidade... Eu creio que pouco a pouco vou me adaptando, comecei bem contra o Sol de America onde joguei 20 a 25 minutos, depois nos outros jogos joguei 5, 10 minutos, onde não da para mostrar muito. Agora contra o Cerro tive a oportunidade de jogar 45 minutos e mostrar mais do meu futebol - disse.

Mateus Gonçalves deixou o Ceará em janeiro e acertou com Cerro Porteño, do Paraguai. Na transação, o clube nordestino vendeu 40% dos direitos econômicos do atleta por US$ 420 mil (cerca de R$ 2,6 milhões na cotação atual). Em 2020, o atacante de 26 anos atuou em 32 partidas e marcou três gols, sendo um dos destaques do time.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários