Victor Osimhem é acusado de levar variante da Covid-19 para Itália
Instagram / Victor Osimhem
Victor Osimhem é acusado de levar variante da Covid-19 para Itália

Uma polêmica envolvendo o atacante Victor Osimhem, do Napoli, vem agitando a imprensa italiana nos últimos dias. Apontado por um jornal de Nápoles como primeiro caso de uma nova variante da Covid-19 no país, o jogador foi defendido por um hospital da região nesta quarta-feira, em comunicado atestando que não houve tal diagnóstico.


A polêmica começou em janeiro, quando o nigeriano foi flagrado em uma festa sem máscara em seu país natal. O jogador de 22 anos testou positivo para Covid-19 quando retornou à Itália e pediu desculpas pelo episódio.

Na última semana, o governo da região da Campânia, onde fica a cidade de Nápoles, comunicou a descoberta de uma nova variante do vírus detectada em "um profissional retornando da África". O jornal "Il Napolista", que cobre o clube e notícias da região, noticiou que Osimhen seria tal profissional.

A informação foi rebatida, nesta quarta-feira, pelo Hospital Federico II. Segundo comunicado divulgado pela instituição, que foi uma das participantes nos testes que identificaram a variante, não há jogadores do Napoli envolvidos no caso.

"Negamos categoricamente as notícias de que o jogador do Napoli Victor Osimhen seria o profissional da África que permitiria isolar a variante B.1.525 da Covid. Não há jogadores do Napoli envolvidos nisso. Todos os dados de saúde são processados de forma estrita em relação a proteção e privacidade", diz trecho de nota obtida pelo site "Football Italia".

À agência de notícias italiana ANSA, o Napoli afirmou que nenhum outro jogador do elenco testou positivo após o resultado de Osimhen e que aguarda por informações das autoridades de saúde sobre o caso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários