Alemão falou sobre parceria com Maradona no programa 'Resenha'
REPRODUÇÃO/ESPN
Alemão falou sobre parceria com Maradona no programa 'Resenha'

O ex-volante Alemão, que defendeu o Botafogo e foi companheiro de Diego Maradona no Napoli, revelou que trocou mensagens com o  craque argentino uma semana antes de sua morte, que aconteceu no dia 25 de novembro do ano passado.



Em entrevista ao "Resenha ESPN", que vai ao ar nesta sexta-feira, o ex-jogador contou que Maradona queria ir ao Brasil para "tomar uma cerveja com o amigo". Alemão afirma que o craque argentino deveria ter vivido mais. Maradona morreu aos 60 anos.

- Uma semana antes do Diego falecer, nós trocamos uma mensagem. Ele falou sobre vir ao Brasil para a gente se ver, para 'tomar uma cerveja juntos', ele usou essa expressão. Eu tenho gravada, até hoje, essa mensagem. Foi muito difícil aceitar a morte do Maradona. Eu acho que ele merecia, por ser um cara com um coração tão grande, um fim um pouco mais longo. Deus é que sabe do nosso dia, mas, sem dúvida nenhuma, eu gostaria muito que ele tivesse ficado mais tempo aqui para a gente poder se ver mais - falou Alemão.

- A gente era bastante unido. A turma ia bastante um na casa do outro. Passamos Réveillon na minha casa também, com todo mundo. Foi maravilhoso, várias vezes. Essa união desse time era dirigida, controlada pelo Maradona. Era uma coisa deliciosa. O Maradona, fora das câmeras, com seus amigos, era uma outra pessoa. Era um cara normal, um cara simples. E foi delicioso ter convivido com ele durante quatro anos - completou o ex-jogador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários