Maradona
Instagram
Maradona

Após meses do ocorrido , a morte de Diego Maradona continua sendo investigada e ganhou mais um capítulo agora. Isso porque, um psicólogo e dois enfermeiros que cuidavam do craque antes de sua morte, em 25 de novembro do ano passado, passaram a ser investigados por suposto homicídio culposo (sem a intenção de matar) do astro argentino.

A Procuradoria Geral de Justiça de San Isidro abriu formalmente a investigação contra Carlos Díaz, Ricardo Almirín e Dahiana Madrid. Eles se juntam aos já investigados neurocirurgião Leopoldo Luque e a psiquiatra Agustina Cosachov. Agora, os três novos investigados devem comparecer ao Ministério Público para notificação e nomeação de advogados.

Vale lembrar que a autópsia revelou que a morte de Maradona foi causada por “edema agudo de pulmão secundário a insuficiência cardíaca crônica exacerbada, com cardiomiopatia dilatada” .

Porém, a investigação busca apurar se algum dos cinco apontados cometeu os crimes de negligência, imprudência ou inexperiência nos tratamentos, o que pode ter levado ao pior desfecho. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários