Lucas Fernandes%2C meia do Portimonense
Divulgação/Portimonense
Lucas Fernandes, meia do Portimonense

O Campeonato Português está de volta após quase três meses de paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus. E dentre os jogadores que participarão da partida de reabertura da competição está o brasileiro Lucas Fernandes. Ex-São Paulo, o meia, que estará em campo nesta quarta-feira (03) para defender o Portimonense contra o Gil Vicente, falou com exclusividade ao iG de suas expectativas com o retorno do futebol e também comentou sobre uma possível volta ao Tricolor no futuro.

Leia também: Possível candidato à presidência do São Paulo, Marco Aurélio deixa CBF

Visto como um exemplo no combate à Covid-19, Portugal registra números baixos de contaminação e mortes entre a população. Até aqui, são 32.895 casos confirmados e 1.436 mortes no total. A curva de contágio do vírus recua a cada dia no país e faz com que os atletas sintam-se mais seguros para retornar ao gramados, como explica Lucas Fernandes .

“Aqui a situação já está mais controlada. Sempre tem aquele receio (de voltar a jogar), mas mantendo os devidos cuidados, acredito que conseguiremos terminar o campeonato jogando”, afirmou.

Ao contrário do que acontece em Portugal e em outros países europeus, o Brasil vê, a cada dia, os números do novo coronavírus aumentarem. Até a última terça-feira (02), o país registrava 555.383 casos confirmados e 31.199 mortes. Mesmo diante deste cenário, alguns clubes importantes, como Flamengo e Vasco, defendem a volta aos treinos e às competições. Quando perguntado se concorda com a retomada do futebol no Brasil, Lucas é enfático:

“O Brasil é muito maior que Portugal, é lógico que os números serão superiores, mas não concordo que os campeonatos voltem antes da situação estar controlada. Saúde em primeiro lugar”, disse o meia.

Restando dez rodadas para o término do Português, o Portimonense se encontra em situação delicada. O time de Lucas Fernandes aparece em 17º lugar, na zona de rebaixamento. A equipe possui 16 pontos, seis atrás do primeiro time fora da degola. Em Portugal, apenas os dois últimos colocados são rebaixados. Mas o ex-são-paulino mostra otimismo na recuperação.

“Temos um objetivo, e estamos focados nele. Estamos confiantes de que vamos alcançá-lo”, pontuou.

Já na parte de cima da tabela, a briga pelo título está acirrada. O líder Porto tem 60 pontos e é seguido de perto pelo rival Benfica, que aparece na segunda posição, com um ponto a menos.

Ex-São Paulo confirma que pensou em suicídio após morte da noiva em acidente

Revelado na base do São Paulo , Lucas subiu para os profissionais do Tricolor em 2016. No mesmo ano, no entanto, sofreu uma grave lesão ao romper o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, que o deixou oito meses afastado dos gramados. Visto como uma promessa, o jogador acabou não se firmando no time do Morumbi e foi vendido ao Portimonense em agosto de 2019.

O meia lamenta as contusões em seu período no São Paulo e, embora não pense em voltar ao Brasil tão cedo, ele dá preferência ao Tricolor caso isso aconteça:

“Infelizmente minha trajetória no São Paulo foi marcada por algumas lesões, mas fui muito feliz enquanto vesti aquela camisa, e grato por tudo que o São Paulo me proporcionou. Não penso em voltar, mas se eu voltar, espero que seja para o São Paulo”, concluiu.

    Veja Também

      Mostrar mais