Tamanho do texto

Danny Drinkwater, que está emprestado ao Burnley, tentou sair com a mulher de um outro atleta e acabou levando a pior

Drinkwater%2C meia do Chelsea e que está emprestado ao Burnley%2C foi espancado em bar arrow-options
Reprodução / Twitter / The Sun
Drinkwater, meia do Chelsea e que está emprestado ao Burnley, foi espancado em bar

O meio-campista inglês Danny Drinkwater , que pertence ao Chelsea e está emprestado ao Burnley, também da Inglaterra, foi brutalmente espancado em um bar da cidade de Manchester na última semana.

Leia também: Lutadores brasileiro são encontrados mortos após se afogarem em rio

Segundo o jornal  The Sun , o atleta de 29 anos de idade foi atacado por um grupo de seis pessoas após tentar sair com a mulher de  Kgosi Ntlhe , jogador do modesto Scunthorpe United e que também estava no local.

A publicação revela que Drinkwater "tentou insistentemente" sair com a mulher. "Ele não a ia deixar em paz", afirmou uma fonte ao jornal. "Eu não me importo, cara. Ela irá para casa comigo", teria dito o atleta, segundo essa mesma fonte.

A discussão começou dentro do bar, os seguranças tiraram os envolvidos do local e, na rua, as coisas pioraram. "Acertaram ele com um objeto no rosto e no corpo. Estava batendo muito nele e pulando em sua perna, tentando quebrá-la", relatou uma testemunha.

Leia também: Neymar troca sopapos com jogador colombiano na frente do árbitro; assista

"Sabiam que ele era uma estrela da  Premier League . Foi muito desagradável, tinha sangue para todos os lados", afirmou uma outra fonte ao jornal inglês.

Na semana passada, após a derrota do Burnley diante do Liverpool por 3 a 0, ambos os times responsáveis por Drinkwater (Chelsea e o próprio Burnley) afirmaram que o jogador havia tido uma "lesão misteriosa" no tornozelo.

O atleta teve uma lesão séria nos ligamentos do tornozelo, fazendo com que ele fique fora dos gramados por um mês. Além disso, Drinkwater ficou com um olho roxo, testa inchada, ombros e braços machucados e uma bochecha cortada.

Leia também: Jogadores da seleção russa serão soltos após quase um ano de prisão

"Danny está absolutamente humilhado agora e sabe que não pode mais se colocar em uma posição que essas coisas acontecem, independentemente de quem é o culpado", afirmou um amigo do jogador do Chelsea ao The Sun .