Raul Bravo é apontado como líder da organização de manipulação de resultados
Reprodução / Getty
Raul Bravo é apontado como líder da organização de manipulação de resultados

Uma operação da polícia espanhola sacudiu o futebol do país nesta terça-feira (28). Dirigentes, jogadores e ex-atletas, entre eles o ex-lateral do Real Madrid Raúl Bravo, foram detidos pelas autoridades por supostos envolvimentos em um esquema de manipulação de resultados.

De acordo com a imprensa espanhola, entre os detidos estão Raul Bravo , que é o suspeito de comandar a organização de manipulação de resultados , o meia Borja Fernández (Real Valladolid), o ex-atleta Carlos Aranda (ex-jogador de Real Madrid e Sevilla), o zagueiro Íñigo López (Deportivo La Coruña), Agustín Lasaosa (presidente do Huesca) e Juan Carlos Galindo (chefe do departamento médico do Huesca).

Leia também: Jogo na Espanha tem pancadaria entre torcida, jogadores e polícia. Assista

O meio-campista Samuel Sáiz, atleta revelado pelo Real Madrid e que defendeu nesta última temporada o Getafe, também está entre os suspeitos, mas não foi encontrado pela polícia espanhola por estar de férias com a família.

As autoridades do país estão realizando outras detenções. A polícia não divulgou um número oficial de quantas pessoas foram presas na operação.

Você viu?

Segundo as investigações da polícia, o grupo possivelmente manipulou os resultados de algumas partidas da segunda e terceira divisões do Campeonato Espanhol das últimas duas temporadas. Alguns confrontos do Real Valladolid , clube presidido pelo ex-jogador Ronaldo "Fenômeno", também estão na mira das autoridades.

Jogador do Valladolid, clube de Ronaldo, também foi preso na operação
reprodução / Twitter
Jogador do Valladolid, clube de Ronaldo, também foi preso na operação

A mídia espanhola informou que a investigação começou após a derrota do Huesca por 1 a 0 contra o Gimnàstic de Tarragona, partida válida pela penúltima rodada da segunda divisão da temporada 2017/18. O clube catalão precisava da vitória para permanecer na segundona e surpreendentemente conseguiu. Entretanto, o que chamou atenção da polícia foi o alto volume de dinheiro apostado no confronto.

Leia também: Com projeto de 10 milhões de euros, Ronaldo anuncia novidades no Real Valladolid

Nesta temporada, o Huesca terminou na 19ª colocação e foi rebaixado para a segunda divisão. Já o Valladolid conseguiu a permanência na elite e encerrou a La Liga na 16ª posição. Por fim, o Gimnàstic caiu para a terceirona ao finalizar a Série B no penúltimo lugar.

Bravo, que é acusado de chefiar a organização de manipulação de resultados , se aposentou em 2017, após uma passagem de três anos no futebol grego. O ex-atleta viveu seu auge entre 2001 e 2007, quando atuou pelo Real Madrid. Com a camisa do time merengue, o ex-lateral conquistou dois Campeonatos Espanhóis e uma Liga dos Campeões

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários