chelsea e arsenal
Reprodução
Chelsea x Arsenal farão final da Liga Europa com pouco apoio da torcida no estádio

A final da Liga Europa entre Chelsea e Arsenal, marcada para o próximo dia 29 de maio, terá pouca adesão dos torcedores ingleses no estádio Olímpico de Baku, no Azerbaijão.

Leia também: Mkhitaryan não disputará a final da Liga Europa por problemas diplomáticos

De acordo com informações da agência AFP, tanto o Chelsea como o Arsenal devolveram mais da metade dos ingressos que receberam por não terem conseguido vender. Juntos as equipes tinham 12 mil entradas para a decisão da Liga Europa .

Inicialmente tendo seis mil ingressos cada, os clubes reclamaram com a Uefa que a quantidade era muito baixa, mas se surpreenderam com a renúncia dos torcedores em comprar os ingressos. A primeira causa da baixa adesão seria o valor da passagem entre Londres e Baku que custa US$ 1,3 mil (R$ 5, 22 mil, na cotação atual).

“A maioria dos ingressos já foram vendidos para torcedores locais do Azerbaijão e confiamos que os ingressos que sobram serão vendidos, porque a demanda é muito alta”, declarou a Uefa à agência.

Segundo as fontes da AFP, dos seis mil ingressos inicialmente ofertados o Arsenal devolveu 2,2 mil. Já o Chelsea só vendeu dois mil da carga disponível.

O estádio olímpico acomoda 68 mil pessoas. Isso significa que os 12 mil ingressos entregues para as equipes finalistas representam apenas 20% da capacidade total. Os outros 80% foram comercializados por patrocinadores e entregues a convidados da Uefa, além da venda para moradores locais.

Leia também:  Segundo TV, Petr Cech irá retornar ao Chelsea na próxima temporada

Outra reclamação dos torcedores de Chelsea e Arsenal para a decisão da Liga Europa 2018/19 é a acomodação na cidade. O jornal inglês Daily Mail publicou um relatório organizado pela Uefa em que cita os hotéis como ‘muito comuns’ tendo acampamentos, dormitórios de universidades e até pensões na lista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários