Tamanho do texto

Torcedores montenegrinos cometeram atos racistas contra ingleses em partida pelas eliminatórias da Euro; Sterling ironizou após marcar dois gols

A Inglaterra venceu Montenegro, por 5 a 1, nesta segunda-feira, pelas eliminatórias da Eurocopa, mas a goleada ficou marcada por atos de racismo cometido por torcedores montenegrinos contra diversos jogadores ingleses, como Callum Hudson-Odoi, Raheem Sterling e Danny Rose.

Leia também: Escalação irregular de brasileiro pode custar pontos a Ucrânia nas Eliminatórias

Sterling foi uma das vítimas de racismo durante vitória da Inglaterra sobre Montenegro por 5 a 1
Reprodução/Twitter
Sterling foi uma das vítimas de racismo durante vitória da Inglaterra sobre Montenegro por 5 a 1

Após a partida, jogadores e também o técnico inglês, Gareth Southgate, manifestaram seus repúdios contra os atos de racismo . Sterling, que fez gol na vitória, respondeu aos racistas na comemoração e também em suas redes sociais.

"Melhor caminho para silenciar os 'haters' (e sim, eu falo dos racistas)", escreceu o camisa 7 inglês em seu Twitter. "Eu claramente ouvi ofensas a Danny Rose quando ele recebeu um cartão no final. Não é aceitável. Não há dúvida na minha cabeça do que acontece, e vamos levar o caso à Uefa", disse o treinador.

Leia também: Danilo comemora 10 anos de carreira e coloca Copa do Mundo como obsessão

Odoi, o mais jovem a estrear pela seleção inglesa principal desde Rooney, em 2003, demonstrou sua indignação em entrevista ao canal BeIN Sports . “Eu não acho que a discriminação caiba em qualquer lugar, somos iguais”, afirmou.

“Quando você está ouvindo coisas como essas dos fãs, não é certo, nem aceitável. Tomara que a Uefa lide com isso adequadamente. Quando eu e Rosey fomos até lá, estavam imitando macacos. Tivemos que manter a cabeça no lugar”, acrescentou o jovem de 18 anos.

Além da postagem, Sterling também reclamou das ofensas em entrevista: “Estamos em 2019, é uma vergonha que isso aconteça. É hora de as pessoas no poder tomarem uma medida. Você pode multá-los, mas e aí? Você precisa fazer algo que vá fazê-los pensar duas vezes”, ponderou.

“Na Inglaterra , temos um país diverso, com diferentes faces. As pessoas no comando têm que tomar as medidas cabíveis”, completou o jogador do Manchester City.

Leia também: Neymar Jr. aparece duas vezes em lista das contratações mais caras do futebol

Em campo, além do racismo , a Inglaterra goleou após sair atrás de Montenegro. Os gols foram marcados por Keane, Barkley duas vezes e Sterling também duas vezes. Vesovic abriu o placar para os montenegrinos.