Atacante brasileiro Ari foi chamado para seleção russa
Divulgação
Atacante brasileiro Ari foi chamado para seleção russa

Infelizmente o racismo e a xenofobia têm crescido no futebol. Neste fim de semana, uma declaração do jogador russo Pavel Pogrebnyak, do FK Ural, chamou atenção no mundo.

Leia também:  Uefa investiga Cristiano Ronaldo por gesto obsceno contra o Atlético de Madri

Pavel expressou ao site russo Sport Express seu racismo . “Tenho uma opinião negativa a respeito (das naturalizações). Não vejo sentido. Por que deram um passaporte russo a Ari? Nesta posição nós temos Igor Smolnikov. Poderíamos muito bem seguir sem estrangeiros (na seleção). A ridículo que pessoas de cor joguem na seleção russa”.

O jogador ao qual Pavel se refere é o brasileiro Ariclenes da Silva Ferreira, mais conhecido como Ari , que atua pelo Krasnodar e foi convocado pela primeira vez para defender a seleção russa no fim do ano passado.

Ari tem 33 anos e se naturalizou russo no início de 2018. Ele atua no país há oito anos e, em entrevista exclusiva ao IG em novembro do ano passado , comentou que a chance de vestir a camisa da Rússia era a ‘realização de um sonho de criança’.

Ari é natural de Fortaleza, no Ceará, e iniciou sua carreira no Avaí em 2003. Como profissional jogou pelo time da capital cearense por um ano e se transferiu para a Rússia defendendo Kalmar, AZ Alkmaar, Spartak Moscou e Lokomotiv.

Você viu?

A declaração de Pavel Pogrebnyak causou espanto e indignação ao Departamento de Luta contra a Discriminação da União de Futebol da Rússia. O representante do órgão, Alexandr Baranov, repudiou a fala do atleta.

Pavel foi autor de críticas contra o brasileiro Ari. O racismo e xenofobia do atleta do FK Ural espantaram o mundo do futebol
Getty Images
Pavel foi autor de críticas contra o brasileiro Ari. O racismo e xenofobia do atleta do FK Ural espantaram o mundo do futebol

“As declarações são muito questionáveis e claramente não estão em concordância com os princípios da campanha mundial contra o racismo. Não se pode definir o lugar de um futebolista em uma seleção baseando-se na cor da pele”, declarou Alexandr.

Até o momento as redes sociais da Seleção Russa de Futebol não se posicionaram sobre as declarações de Pogrebnyak, assim como os times dos respectivos atletas.

A seleção russa foi convocada na segunda-feira passada (11) para as Eliminatórias da Eurocopa 2020. A equipe enfrenta a Bélgica no dia 21 de março e o Cazaquistão no dia 24.

Leia também:  Fã do United, lutador Conor McGregor fala sobre futebol e exalta CR7; leia

Além de Ari, alvo de racismo do atleta do FK Ural, o brasileiro Mário Fernandes também se naturalizou russo e chegou a ser titular da equipe na Copa do Mundo do ano passado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários