Após dois ex-técnicos da base do Manchester City serem presos por abusarem sexualmente de jovens jogadores, o clube inglês decidiu lançar uma campanha para ajudar financeiramente as vítimas.

Leia também: Neymar? Mbappé? Hazard? Quem chega e quem sai do Real com a volta de Zidane

undefined
Divulgação
Manchester City ajudará financeiramente vítimas de abuso sexual

Os jovens que foram molestados pelo técnico Barry Banell, condenado em 2018 a 31 anos de prisão por múltiplos atos de violência sexual, são os principais alvos da ação do Manchester City .

Além disso, a diretoria dos Citizens vai indenizar as crianças e adolescentes que foram vítimas de John Broome, morto em 2010. Ele foi funcionário do City entre 1964 e 1971. Ele era olheiro e também foi técnico de uma das equipes.

Leia também: Após 42 minutos jogados, Julio Baptista rescinde contrato com clube romeno

Os valores da ação do clube de Manchester ainda não foram revelados. De acordo com jornais ingleses, algumas vítimas chegarão a receber milhões de libras.

O acordo financeiro levará em consideração a gravidade da violência sexual cometida, bem como danos psicológicos e possíveis perdas na vida pessoal após os crimes.

Leia também: Torcedor que agrediu jogador inglês é preso e afastado de estádio por dez anos

Visualizar esta foto no Instagram.

PUMPED FOR TOMORROW! 👊 #cityvs04 #mancity

Uma publicação compartilhada por Manchester City (@mancity) em

O Manchester City lidera o Campeonato Inglês e voltará a campo nesta terça-feira, contra o Schalke 04, pela segunda partida das oitavas de final da Liga dos Campeões. Na ida, vitória por 3 a 2, fora de casa.

    Leia tudo sobre: futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários