A bela carreira e as grandes atuações de Alisson Becker seguem rendendo uma série de prêmios individuais ao brasileiro. Nesta semana, o goleiro foi condecorado como o melhor arqueiro de 2018 pelo Globe Soccer Awards, evento organizado pelas associações europeias de clubes e de agentes de jogadores.

Leia também: Real Madrid prepara oferta de R$1,5 bilhão para tirar Neymar do PSG, diz jornal

Alisson com o prêmio de melhor goleiro de 2018, entregue pela Globe Soccer Awards
Reprodução/Instagram
Alisson com o prêmio de melhor goleiro de 2018, entregue pela Globe Soccer Awards

Alisson foi nomeado por conta do seu ótimo rendimento quando ainda defendia a Roma-ITA no primeiro semestre do ano passado e graças ao protagonismo imediato que alcançou com a camisa do Liverpool, além de ser titular absoluto também da seleção brasileira.

“Todo reconhecimento é gratificante e fico feliz em receber esse prêmio. Aproveito pra agradecer a minha família, por todo o suporte ao longos dos anos, a Deus e a todos os meus companheiros durante esse período", afirmou o arqueiro.

"Também agradeço ao pessoal da Roma e do Liverpool, que acreditaram no meu potencial, e não poderia deixar de citar o Taffarel e o Mister Marco Savorani, duas pessoas especiais e que foram fundamentais para a minha evolução profissional”, continuou.

O jogador de 26 anos não pôde comparecer à cerimônia de entrega da premiação realizada ainda no dia 3 de janeiro, porque esteve em campo a mesma data no clássico contra o Manchester City, pela 21ª rodada da Premier League.

Além do brasileiro, eleito como o melhor goleiro , outro grupo seleto de craques foi premiado. Cristiano Ronaldo, atualmente na Juventus, ganhou como principal jogador de 2018 e também por ter feito o gol mais bonito do ano ainda pelo Real Madrid, justamente contra a Velha Senhora, pela Champions League.

Campeão mundial com a França, Didier Deschamps foi considerado o grande treinador do período. Além disso, o brasileiro Ronaldo Fenômeno e o italiano Fabio Capello foram homenageados por suas carreiras como atleta e técnico, respectivamente.

Leia também: Após polêmicas, UEFA explica decisões do VAR nas oitavas da Champions League

Você viu?

Trajetória de Alisson na Europa

Alisson é goleiro titular da seleção brasileira
Mowa Press / Divulgação
Alisson é goleiro titular da seleção brasileira

Titular absoluto da seleção brasileira e do Liverpool, Alisson iniciou a carreira no Internacional, onde fez a sua estreia como profissional em 2013 e, rapidamente, se tornou um dos destaques da equipe.

Em 2016, o goleiro foi contratado pela Roma e seguiu demonstrando a sua grande qualidade e regularidade. Foi um dos pilares da excelente campanha da equipe italiana na Liga dos Campeões 2017/18, quando o time chegou até a semifinal do torneio, sendo eliminado pelo Liverpool.

Aliado a isso e à sua postura fora das quatro linhas, o brasileiro se tornou ídolo da Roma, onde, ao todo, disputou 64 jogos e acumulou 36 vitórias, 14 empates e 14 derrotas.

Em 2018, após receber diversas propostas, foi contratado pelo Liverpool e quebrou alguns recordes. Passou a ser a maior venda da história da Roma, a segunda compra mais cara do clube inglês (atrás apenas da transação do zagueiro Van Dijk) e, na época, tornou-se o goleiro mais caro da história do futebol, quebrando um recorde de quase 20 anos, que pertencia ao italiano Gianluigi Buffon, quando trocou o Parma pela Juventus, em 2001.

Dentro de campo, o sucesso não vem sendo diferente dos seus clubes anteriores. Sem ser vazado há cinco jogos, Alisson tem a impressionante média de 0,52 gol sofrido por partida pelo Liverpool, apenas 19 em 36 duelos. Nesse período, o goleiro acumula 24 vitórias, oito empates e somente quatro derrotas.

Levando em conta apenas a Premier League, os números são ainda mais impressionantes. O goleiro brasileiro não sofreu gol em 17 das 29 partidas da equipe na competição e segue liderando o ranking, à frente do compatriota Ederson (14), segundo colocado.

Além disso, o arqueiro é um dos principais responsáveis pelo Liverpool ter a defesa menos vazada do torneio. Presente em todas as rodadas, o camisa 13 levou apenas 15 gols, cinco a menos do que os Citizens.

Leia também: Estrela do futebol feminino brasileiro abre o coração: "Ser mulher é se superar"

O ótimo desempenho em campo, fez com que Alisson ganhasse inúmeros prêmios como o melhor goleiro em atividade no Velho Continente, dentre eles, o Globe Soccer Awards e o Goal 50. Com ele à frente da meta, o Liverpool volta a campo no próximo domingo (10), quando recebe o Burnley, às 9h (de Brasília), no Anfield, pela 30ª rodada do Campeonato Inglês.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários