Centurión causou confusão ao sair de boate. O atleta é o centro de crise no Racing
Getty Images
Centurión causou confusão ao sair de boate. O atleta é o centro de crise no Racing

O meia Ricardo Centurión, ex-jogador do São Paulo, se envolveu em mais uma polêmica na Argentina na manhã desta quarta-feira (06). Atualmente defendendo o Racing, o atleta quase atropelou duas pessoas ao sair de uma boate na Costanera Norte.

Leia também:  Maurizio Sarri critica calendário pesado do Chelsea e pede ajuda a Premier L.

De acordo com o jornal argentino Clarín , Centurión gastou 18 mil pesos (R$ 1.6 milhões, na cotação atual) em bebidas alcoólicas e ao sair da boate tentou iniciar uma briga. Quando o jogador do Racing pegou seu carro para sair do local, quase atropelou duas pessoas, o que gerou mais confusão.

Imagens que circulam na internet mostram uma aglomeração de pessoas ao redor do carro do atleta. É possível também ver seguranças do estacionamento no meio das pessoas e Centurión sendo empurrado e empurrando um homem.

O Racing Club não se pronunciou sobre o ocorrido desta manhã, mas o que se diz na mídia argentina é que os dias do atleta de 26 anos estão contados na equipe de Avellaneda.

Desde o dia 10 de fevereiro, quando empurrou o treinador Eduardo Coudet, antes de entrar em campo contra o River Plate, Centurión tem causado problemas a equipe. Pelo gesto indisciplinado, o Racing afastou o atleta do time principal e ele estava treinando com a equipe B.

Você viu?

Leia também:  Vinícius Junior rompeu ligamentos do tornozelo em jogo do Real Madrid 

No dia 22 de fevereiro, Centurión chegou atrasado ao treinamento dos reservas e desde a última quinta-feira (28), o jogador não aparece para o treinamento no Centro de Treinamento Tita Mattiusi.

Adrián Ricardo Centurión nasceu em Avellaneda e apareceu para o mundo do futebol exatamente no Racing, em 2011. Após quatro anos na equipe, o meia-atacante foi emprestado ao Genoa da Itália e em 2015 se transferiu para o São Paulo FC .

Na equipe do Morumbi, Centurión participou de 80 jogos e marcou oito gols. Dois anos depois, o argentino foi emprestado ao Boca Juniors. Nesse tempo, também chamou atenção por questões disciplinares extra-campo, como uma acusação de violência doméstica.

Leia também:  Abandonado por décadas, futebol feminino ressurge em grandes clubes do país

Em 2017 retornou ao Genoa e, tendo atuado em apenas cinco partidas durante o ano, Centurión voltou ao Racing em 2018 para tentar se reabilitar.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários