Tamanho do texto

Lançada em janeiro de 2018, a campanha teve como objetivo conscientizar jogadores, funcionários e torcedores sobre o antissemitismo no futebol

Chelsea lançou campanha 'Diga não ao Antissemitismo' em janeiro de 2018
Reprodução/ site Chelsea
Chelsea lançou campanha 'Diga não ao Antissemitismo' em janeiro de 2018

Nesta quarta-feira (30), o Chelsea anunciou em suas redes sociais que a campanha ‘Diga não ao antissemitismo’ foi indicada ao London Football Awards de 2019 na categoria Prêmio de Projeto Comunitário do Ano.

Leia também:  Após novos exames, PSG descarta cirurgia e Neymar fará tratamento em casa

O London Football Awards é uma premiação anual que há cinco anos celebra o ‘melhor do futebol de Londres’. Na categoria de projeto comunitário concorrerão, além do projeto de antissemitismo , o Projeto Embaixadores, do Brentford FC e o Desdobrado, do Arsenal.

A campanha lançada pela Fundação Chelsea foi lançada em janeiro de 2018. O principal objetivo do projeto era conscientizar e educar jogadores, funcionários, torcedores e a comunidade em torno do clube para o antissemitismo no futebol.

Por duas vezes nos últimos anos, alguns dos torcedores dos Blues foram punidos por cânticos antissemitas nos jogos da Premier League. Como forma de conscientizar esses torcedores, o clube pagou uma excursão ao Campo de Concentração de Auschwitz, na Polônia, para que todos pudessem testemunhar o horror do Holocausto.

No fim do ano passado a equipe também realizou um  jantar beneficente chamado ‘Luz na Escuridão' que arrecadou fundos para a reconstrução de uma área dedicada ao Holocausto no Museu de Guerra Britânico.

O Chelsea também estará concorrendo na premiação com o técnico Maurizio Sarri na categoria ‘Gerente do Ano’, com Eden Hazard como ‘Jogador do Ano na Premier League’ e com o goleiro Kepa como ‘Goleiro do Ano’.

Já na categoria feminina, duas jogadores da equipe concorrem como melhor do ano: Erin Cuthbert e Ji So-Yun.

Veja abaixo todos os indicados aos prêmios do London Football Awards , que acontecerá no próximo dia 01 de fevereiro.

Jogador do Ano da Liga Inglesa

  • Luke Freeman – Queens Park Rangers
  • Karlan Grant – Charlton Athletic
  • Lee Gregory – Millwall
  • Neal Maupay – Brentford
  • Lyle Taylor – Charlton Athletic

Goleiro do Ano

  • Kepa Arrizabalaga – Chelsea
  • Lukasz Fabianski – West Ham United
  • Ben Foster – Watford
  • Joe Lumley – Queens Parks Rangers
  • Dillon Phillips – Charlton Athletic

Gerente do Ano

  • Lee Bowyer – Charlton Athletic
  • Javi Garcia – Watford
  • Joe Montemurro – Time feminino do Arsenal
  • Mauricio Pochettino – Tottenham
  • Maurizio Sarri – Chelsea

Jogador do Ano na Premier League

  • Pierre-Emerick Aubameyang – Arsenal
  • Eden Hazard – Chelsea
  • Harry Kane – Tottenham
  • Andros Townsend – Crystal Palace

Jogadora do Ano

  • Erin Cuthbert – Chelsea
  • Rianna Dean – Tottenham
  • Vivianne Miedema – Arsenal
  • Jordan Nobbs – Arsenal
  • Ji So-Yun – Chelsea

Melhor sub-21

  • Eberechi Eze – Queens Park Rangers
  • Karlan Grant – Charlton Athletic
  • Mattéo Guendouzi – Arsenal
  • Declan Rice – West Ham
  • Aaron Wan-Bissaka – Crystal Palace

Prêmio FA “para todos”

  • Projeto de São Mateus – London County FA
  • Liga de escolas inclusivas – Surrey County FA
  • Muslimah sports association – Condado de Essex FA

Leia também:  Higuaín rebate vice-primeiro-ministro da Itália que o chamou de 'mercenário'

Projeto Comunitário do Ano

  • Projeto Embaixadores – Brentford F.C.
  • Desdobrado – Arsenal na Comunidade
  • Diga não ao antissemitismo – Fundação Chelsea
    Leia tudo sobre: Futebol