Cristiano Ronaldo admitiu crimes fiscais cometidos em sua época de Real Madrid
AS.com
Cristiano Ronaldo admitiu crimes fiscais cometidos em sua época de Real Madrid

O astro português Cristiano Ronaldo chegou nesta terça-feira (22) a um acordo para pagar 18,8 milhões de euros (cerca de R$ 80 milhões) e encerrar o processo de fraude fiscal ao qual respondia na Espanha, referente ao período em que residia no país.

Leia também: Polícia dos EUA pede DNA de Cristiano Ronaldo para investigar caso de estupro

Cristiano Ronaldo , de 33 anos e atualmente jogador da Juventus, foi acusado de não declarar impostos relacionados a 28 milhões de euros que recebeu como direito de imagem entre os anos de 2011 e 2014, quando defendia o Real Madrid .

Cristiano Ronaldo sai sorridente após fazer acordo com a Justiça da Espanha
Reprodução / Getty Images
Cristiano Ronaldo sai sorridente após fazer acordo com a Justiça da Espanha

Leia também: Mais polêmica! Ex de Cristiano Ronaldo o acusa de ser 'perseguidor e psicopata'

A sonegação gerou um prejuízo de 14,8 milhões de euros ao fisco espanhol. Em 2017, as autoridades espanholas apontaram que Ronaldo teria criado empresas nas Ilhas Virgens para sonegar os impostos.

O jogador compareceu nesta manhã a um tribunal de Madri para a audiência, que durou menos de uma hora. Ele admitiu que é culpado por quatro crimes de fraude fiscal e aceitou o acordo negociado com a Promotoria. Vestido todo de preto e com óculos escuros, o português estava acompanhado de sua namorada, Georgina Rodríguez.

Você viu?

As autoridades espanholas negaram o pedido do jogador de comparecer à audiência via chamada de vídeo e também de chegar ao prédio pelo estacionamento, escapando da imprensa.

Leia também: Agora do mesmo lado, Chiellini diz: "CR7 destruiu meus sonhos várias vezes"

Cristiano Ronaldo  foi condenado uma multa de 18,8 milhões de euros, além de uma pena de prisão de 23 meses, mas a qual não será cumprida devido aos antecedentes criminais e à cláusula na Justiça espanhola que evita detenção menor de dois anos.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários