Tamanho do texto

Jasmine Lennard fez uma série de posts no Twitter em que presta apoio à americana vítima de estupro e disse ter mensagens que ajudarão no caso

Jasmine Lennard traz mais um escândalo a tona sobre a personalidade de Cristiano Ronaldo
reprodução/ infobae
Jasmine Lennard traz mais um escândalo a tona sobre a personalidade de Cristiano Ronaldo

O escândalo sexual envolvendo o jogador Cristiano Ronaldo , revelado em 2018 pela revista alemã Der Spiegel, ganhou um novo capítulo nessa terça-feira (08). Pelo Twitter, a modelo britânica Jasmine Lennard manifestou apoio ao processo e disse ter provas de o atleta é ‘psicopata e perseguidor’.

A modelo de 33 anos é uma ex-namorada de Cristiano e colocou em seu perfil da rede social que está disposta a se encontrar com Kathryn Mayorga, vítima do estupro cometido pelo jogador em 2009, para entregar-lhe provas do escândalo sexual.

No primeiro twitte de uma série estava escrito. “Depois de muita consideração eu me volto para Kathryn Mayorga e sua equipe jurídica para oferecer minha ajuda em suas acusações de estupro contra Cristiano Ronaldo. Entrem em contato comigo ... Eu tenho a informação que eu acho que poderia beneficiá-los no caso”.

Lennard alega que durante o relacionamento com o jogador da Juventus ela guardou áudios e mensagens de ‘valor incalculável’ que provam que o português não é tão inocente quanto aparenta. A mulher também comentou que eles se corresponderam por mais tempo depois do término do namoro.

Leia também:  Goleiro Buffon diz ter sofrido com depressão na Juventus; leia o relato

“Ele tem sérios problemas de saúde mental, é um perseguidor e um mentiroso, toda a sua vida é uma mentira”, comentou Lennard.

A modelo também é atriz e já participou de realitys show na televisão dos Estados Unidos com o Big Brother e o Make Me a Supermodel, uma famosa competição entre modelos americanas.

Cristiano Ronaldo e Jasmine Lennard teriam namorado por um breve período há mais de dez anos, quando o atleta ainda atua pelo Manchester United, da Inglaterra.

No ano passado, além da acusação de Kathryn Mayorga, uma garota britânica acusou o jogador português de outro estupro em uma boate de Londres. Segundo o advogado de Mayorga, outras três mulheres se juntaram à causa, mas nenhuma teve seu nome revelado.

O processo contra CR7 está correndo nos Estados Unidos. Não houve mais notícias sobre as investigações desde que, em outubro, a polícia de Las Vegas admitiu ter perdido as provas que a modelo americana apresentou contra o jogador.

Leia também:  Cristiano Ronaldo foi oferecido ao Napoli antes da Juve, mas time recusou

Apesar dos twittes de Lennard, inclusive marcando o perfil de Cristiano, nem o jogador e nem sua assessoria se manifestaram sobre as declarações de mais um escândalo .

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.