Tamanho do texto

O diretor do Napoli, Cristiano Giuntoli, afirmou que os valores da transferência eram acima do que o clube poderia pagar por um jogador

Cristiano Ronaldo em sua apresentação oficial como jogador da Juventus
Reprodução/Twitter/juventusfc
Cristiano Ronaldo em sua apresentação oficial como jogador da Juventus

A ida de Cristiano Ronaldo para a Juventus foi a transferência mais marcante de 2018, mas poderia ter sido um pouco diferente, já que o agente do português ofereceu o jogador para outro clube da Itália, o Napoli, conforme informou o dirigente Cristiano Giuntoli.

Leia também: Escândalo sexual, ida para a Juve e Copa do Mundo: o 2018 de Cristiano Ronaldo

"Temos uma relação próxima com Jorge desde a renovação de Ghoulam e muitas vezes falamos com ele. (Jorge Mendes) estava com De Laurentiis (presidente do Napoli ) quando nos ofereceu Cristiano Ronaldo . Ficamos em silêncio e, ao entrar em detalhes da operação, nos demos contra que para nós seria uma operação fora de nosso alcance", afirmou Giuntoli para a 'Sky Sports'.

A Juventus pagou cerca de 117 milhões de euros para tirar CR7 do Real Madrid, valor bastante acima da maior contratação da história do Napoli, que foi o argentino Higuain, por 39 milhões de euros.

Cristiano Ronaldo já marcou 14 gols pela Juventus
Reprodução
Cristiano Ronaldo já marcou 14 gols pela Juventus

O investimento do clube italiano já foi criticado também pelo CEO do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, que afirmou ser muito dinheiro para um jogador que já tem 33 anos de idade.

Leia também: Messi abre o jogo sobre possível volta de Neymar ao Barça, Bola de Ouro e CR7

"É a transferência que recebeu mais atenção até agora. E entendo isso. Trata-se de um jogador que conquistou tudo com o Real nos últimos anos e foi eleito cinco vezes o melhor jogador do mundo. O marketing com certeza teve um papel importante nesta transferência. No entanto, nós do Bayern não investiríamos tanto dinheiro em um atleta de 33 anos", revelou ao jornal alemão TZ. 

O dirigente reconheceu, porém. que a negociação foi boa para o futebol da Itália, que voltou a receber atenção dos fãs de futebol.

"Fiquei surpreso que meu colega Andrea Agnelli (presidente da Juventus) finalmente decidiu entrar nesse negócio. Do ponto de vista da Juventus , a transferência faz sentido, afinal, o futebol italiano havia perdido terreno recentemente. Com este grande negócio, os italianos esperam voltar ao centro do futebol mundial", acrescentou.

Leia também: Modric critica ausência de Messi e CR7 em premiação da Bola de Ouro: "Injusto"

Dentro de campo, Cristiano Ronaldo já parece adaptado ao futebol do país e já justifica o investimento da "Velha Senhora", marcando 14 gols em 19 jogos e ajudando a Juventus a manter a liderança do Campeonato Italiano de maneira invicta, com 53 pontos em 19 jogos.