Tamanho do texto

Em entrevista exclusiva ao iG Esporte, Zico, que é diretor técnico do time japonês, projetou o duelo da semifinal do Mundial de Clubes da Fifa

Zico é diretor técnico do Kashima Antlers
Instagram
Zico é diretor técnico do Kashima Antlers

Na próxima quarta-feira, 19 de dezembro, o Real Madrid encara o Kashima Antlers na semifinal do Mundial de Clubes da Fifa. Enquanto o time espanhol entra direto nesta fase, o clube japonês, que tem Zico como diretor técnico, precisou eliminar o Chivas, do México, nas quartas de final.

Leia também: Duelos Alemanha x Inglaterra são os destaques das oitavas da Champions

Em entrevista exclusiva ao iG Esporte, Zico  falou sobre o duelo diante dos mexicanos, que terminou 3 a 2 para o Kashima, de virada, e também fez algumas considerações para o confronto contra o Real.

"Foi importante começar bem, vencendo o time do Chivas. Jogar contra mexicano é sempre muito complicado. Nós não fizemos um bom primeiro tempo, eles foram melhores e não transformaram a superioridade em gols. E futebol é isso", comentou o brasileiro.

"No segundo tempo nós melhoramos, conseguimos os gols que nos deram uma boa vantagem. Um jogo de muita emoção até o fim e passamos. O objetivo é esse, não pensar no adversário e sim em nós mesmos", disse Zico, que já projeta a semifinal do Kashima Antlers no Mundial.

"Não podemos jogar um primeiro tempo contra o Real Madrid como jogamos contra o Chivas, senão a vaca pode ir para o brejo. O time tem experiência, sabe a força do Real. Independente se eles estão bem ou não, é uma seleção com grandes jogadores e esperamos errar o menos possível para tentar conseguir um bom resultado", comentou.

Kashima Antlers, do diretor técnico Zico, venceu o Chivas Guadalajara
FIFA/ Divulgação
Kashima Antlers, do diretor técnico Zico, venceu o Chivas Guadalajara

Vale lembrar que Real Madrid e Kashima Antlers se enfrentaram na final do Mundial de Clubes de 2016, com vitória dos espanhóis por 4 a 2, em Yokohama. O time japonês jogou a competição como representante do país anfitrião.

"Futebol não se vive de história, de tradição e de passado.  É dentro de campo, são 11 contra 11, é o único esporte que o mais fraco pode ganhar do mais forte. E a gente não pensa na eliminação do Real Madrid, pensamos na vitória do Kashima, na possibilidade do time em ir para final", completou o "Galinho".

Os destaques do time japonês, por Zico

Serginho foi uma contratação indicada por Zico ao Kashima Antlers
Site oficial
Serginho foi uma contratação indicada por Zico ao Kashima Antlers

Zico foi contratado como diretor técnico do Kashima Antlers em agosto desse ano. Até por isso, não teve muita participação na formação do elenco e da comissão técnica. O único jogador que ele indicou foi o meio-campista Serginho, ex-Santos e que disputou o último Brasileirão pelo América-MG.

"Era uma posição que estava precisando no Kashima. Ele se encaixou muito bem, um grande profissional, um grande cara, se adaptou com facilidade e tem sido muito importante. Quando ganhamos a Copa da Ásia ele fez gol em quase todos os jogos. É importante que ele possa repetir aquilo que ele vem fazendo, fez gol contra o Chivas", disse.

Leia também: Chelsea, Arsenal e Napoli conhecem seus rivais no mata-mata da Liga Europa

O "Galinho" também falou do atacante Leandro, ex-Grêmio e Palmeiras, que voltou a atuar depois de ficar sete meses se recuperando de lesão. "Claramente não está no mesmo ritmo dos outros, mas precisa jogar", avaliou.

"Temos outros jogadores experientes, como Uchida. O goleiro sul-coreano Sun-Tae, único jogador tricampeão da Copa da Ásia, o zagueiro também sul-coreano Jung Seung-Hyun, que está muito bem. Volante Léo Silva voltando a jogar bem, recuperado de um problema muscular", continuou.

O dirigente brasileiro citou também o jovem atacante Hiroki Abe, de 19 anos de idade. "Ele foi eleito o melhor jogador jovem da J-League (Campeonato Japonês). Entrou no segundo tempo contra o Chivas, ajudou a virar o placar, fez um golaço. É um jogador de muito futuro", avisou.

Futuro de Zico no Kashima

Zico é diretor técnico do Kashima Antlers
André Mourão / Reprodução
Zico é diretor técnico do Kashima Antlers

O brasileiro voltou ao Kashima Antlers após 16 anos - entre 1996 e 2002, Zico também exerceu a função de diretor técnico do clube japonês. Como jogador, ele atuou na equipe entre 1991 e 1994, se transformando em um grande ídolo e ajudando demais no desenvolvimento do futebol no país.

Seu contrato atual vai até dezembro de 2019. "Nosso objetivo é sempre conquistas. O clube está há muito tempo sem conquistar algo dentro do Japão e esse título da Copa da Ásia foi importante, inédito no clube. 20ª conquista do clube em 25 anos", lembrou.

Leia também: Pepe deixa o Besiktas e paga salários de funcionários do clube, diz jornal

"E agora a gente vai preparar, saber quem vai ficar, como podemos montar o elenco no ano que vem e tentar brigar pela J-League, Copa da Ásia, Copa do Imperador. Esse ano, além de ganhar a Copa da Ásia, ficamos em terceiro na liga, disputamos duas semifinais de Copa, então estamos sempre brigando", finalizou Zico em entrevista exclusiva.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas