Tamanho do texto

Marco Silva, atual treinador do Everton, teve uma saída conturbada do Watford. Torcidores acusam português de traidor por trocar de equipes

Torcedores do Watford fazem protesto contra o ex-treinador da equipe, Marco Silva
Reprodução
Torcedores do Watford fazem protesto contra o ex-treinador da equipe, Marco Silva

O único jogo da Premier League na noite desta segunda-feira (10) teve um protesto inusitado. A torcida do Watford foi até o estádio Goodson Park, casa do Everton, com algumas cobras de plástico contra o técnico Marco Silva.

Leia também:  Cristiano Ronaldo com saudades de Messi? "Talvez ele é que sinta minha falta"

O português Marco Silva hoje está à frente do Everton, mas na temporada passada era treinador do Watford. E qual é o motivo do protesto ? Os torcedores do Watford consideram que a saída do técnico da equipe de Hertfordshire não foi limpa.

Com a boa temporada do Watford na última temporada, Marco Silva começou a ser sondado por diversos clubes, entre eles o Everton. Na ocasião, o treinador pediu para ser liberado pela equipe e se transferir para o Toffes, mas teve seu pedido rejeitado.

Então, a partir da negativa do clube na saída do treinador, a equipe começou a cair de desempenho e Marco Silva acabou sendo mandado embora em janeiro de 2018.

Três meses depois da demissão, o português estava na cidade de Liverpool assinando com o Everton. Além disso, Marco Silva levou com ele o brasileiro Richarlison, destaque da equipe no ano com 41 jogos e cinco gols.

O treinador português Marco Silva, alvo do protesto, nos tempos de Watford
Reprodução
O treinador português Marco Silva, alvo do protesto, nos tempos de Watford

Dessa forma, os torcedores do Watford consideraram uma traição do treinador português e decidiram levar as cobras de plástico para provocar o treinador, no primeiro confronto entre as duas equipes.

Leia também:  Uefa divulga lista com 50 nomes para votação do time do ano. Clique e vote

E o jogo foi eletrizante como todas as partidas da Premier League . Aos 15 minutos do primeiro tempo, Richarlison abriu o placar para os donos da casa. No segundo tempo, o Watford proporcionou uma virada espetacular em dois minutos com Coleman (contra) e Doucouré.

Nos acréscimos, Lucas Digne empatou para o Everton em uma linda cobrança de falta. O time da casa poderia até ter saído com a vitória, mas o meia Sigurdisson perdeu um pênalti aos 68 minutos.

Leia também:  Sterling, atacante do Manchester City, sofre insultos racistas contra o Chelsea

Com um jogo emocionante, o protesto da torcida do Watford não passou em branco. As câmeras de televisão que transmitiam a partida fizeram questão de focar na faixa com o nome do treinador e nas cobras pintadas de verde e amarelo.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.