Tamanho do texto

O Boca Juniors tem a esperança de ser declarado campeão da Libertadores, enquanto o River Plate trabalha para a realização do segundo jogo da final

O ônibus do Boca Juniors foi apedrejado por torcedores do River Plate na chegada ao Monumental de Nuñez
Reprodução
O ônibus do Boca Juniors foi apedrejado por torcedores do River Plate na chegada ao Monumental de Nuñez

A Conmebol aceitou o pedido do Boca Juniors e ampliou o prazo para que o clube conteste a defesa do rival River Plate no caso da confusão e ataque ao ônibus dos Xeneizes antes da segunda partida da final da Libertadores.

Leia também: Boca assinou documento que pode 'melar' tentativa de título no tribunal; entenda

"O Boca Juniors solicitou uma prorrogação no prazo para apresentar sua contestação à defesa apresentada pelo River Plate , que foi concedida até as 12h (do horário local - 13h de Brasília) de 29 de novembro (quinta-feira)", informou a Conmebol.

O desejo do Boca é ser declarado campeão, enquanto o River espera por uma nova data para a realização da final.

Em reunião realizada na terça-feira (27), no Paraguai, a Conmebol decidiu que a partida entre River Plate e Boca Juniors será disputada fora da Argentina entre os dias 08 e 09 de dezembro.

Estiveram presentes os presidentes de Boca Juniors (Daniel Angelici), River Plate (Rodolfo D'Onofrio), Conmebol (Alejandro Domínguez), AFA (Claudio Tapia) e Federação Paraguaia (Robert Harrison).

Leia também: Mulher que amarrou sinalizadores no filho para final da Libertadores é presa

A entidade espera definir em breve uma nova sede para a grande final. As cidades mais cotadas são Miami, nos Estados Unidos, Doha, no Catar, e Assunlçao, no Paraguai.

O campeão da  Libertadores  estreia no Mundial de Clubes da Fifa, nos Emirados Árabes Unidos, no dia 18 de dezembro.

A segunda partida da grande final da Libertadores estava marcada para o último sábado (24), mas teve que ser adiada depois que o ônibus que levava a equipe do Boca Juniors foi atacado por torcedores do River Plate.

Outro problema fora de campo complicou a escolha de uma nova data. Isso porque o governo argentino já havia pedido, por razões de segurança, que a final não acontecesse nesta semana, pois Buenos Aires irá receber a reunião do G20, com os chefes de Estado e Governo das 20 principais economias do mundo, nos dias 30 de novembro, sexta, e 1º de dezembro, sábado.

Leia também: Buffon irá torcer pelo Boca Juniors na final da Libertadores. Saiba o motivo

O primeiro jogo da final entre River Plate e  Boca Juniors , realizado na Bombonera, ficou empatado em 2 a 2, após também ser adiada em um dia por conta da forte chuva que atingiu Buenos Aires. 

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.