Tamanho do texto

Jogador dinamarquês conhecido como "Lorde" recebeu pena por agredir um taxista; atualmente ele atua pelo Rosenborg, da Noruega

O atacante dinamarquês Nicklas Bendtner, ex-Arsenal e Juventus e atualmente no Rosenborg, da Noruega, foi condenado nesta sexta-feira a 50 dias de prisão em seu país natal por ter agredido um motorista de táxi.

Leia também: Volante do PSG, Marco Verratti é preso em Paris por dirigir embriagado

O atacante Bendtner, ex-Arsenal, foi condenado a 50 dias de prisão na Dinamarca
Reprodução
O atacante Bendtner, ex-Arsenal, foi condenado a 50 dias de prisão na Dinamarca

A pena do atleta foi dada por um Tribunal de Copenhague, capital da Dinamarca. O advogado de Bendtner afirmou que já entrou com recurso contra a prisão de seu cliente já nesta sexta-feira.

Leia também: Justiça ordena apreensão dos passaportes de Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Assis

Hoje com 30 anos, o atacante pertenceu ao Arsenal entre 2005 e 2014 e lá marcou 45 gols em 171 partidas. Neste período ainda atuou emprestado no Birmingham City, Sunderland e Juventus, até chegar no Wolfsburg e depois no Rosenborg.

Visualizar esta foto no Instagram.

⚽️⚽️⚽️

Uma publicação compartilhada por Nicklas Bendtner (@bendtner14) em

Na última temporada, fez 23 gols em 44 partidas, mas acabou por ficar fora do elenco dinamarquês que disputou a Copa do Mundo na Rússia por causa de uma lesão.

Leia também: Países europeus planejam candidatura conjunta para Copa do Mundo de 2030

Bendtner passou a ser conhecido como Lorde por ter tido breve romance com um membro da família real dinamarquesa. Fora dos gramados, acumulou cenas desasatrosas, como fazer publicidade para casa de apostas e sair cambaleando de um clube noturno de Londres com as calças na altura do joelho.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.