Tamanho do texto

Vencedor do prêmio "The Best", da Fifa, o croata falou sobre as saídas de CR7 e Zidane do Real Madrid e revelou vontade de jogar com brasileiro

Modric foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa e quebrou hegemonia de CR7 e Messi
Divulgação/Fifa
Modric foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa e quebrou hegemonia de CR7 e Messi

O meio-campista croata Luka Modric , eleito melhor jogador do mundo em  2018 pela Fifa, e candidato ao prêmio da Bola de Ouro, da revista “France Football”, falou para a publicação sobre Cristiano Ronaldo , Zidane, Messi e até Ronaldo Fenômeno.

Leia também: A crise está instalada no Real Madrid e meia Modric revela vestiário conturbado

Ao vencer o prêmio de melhor jogador do mundo , Modric derrotou o craque português, que ficou com o segundo lugar e não compareceu ao evento. Apesar disso, o croata afirmou que mantém amizade com CR7.

“Minha relação é excelente. Passamos seis anos maravilhosos no Real Madrid. Construímos uma amizade e um respeito mútuo. Agora ele foi embora, mas mantemos contato, trocamos mensagens. Embora alguns digam que não é assim, mas posso dizer que seguimos mantendo contato”.

O meio-campista revelou ainda que não esperava as saídas de Cristiano Ronaldo e Zidane, e que no vestiário do Real Madrid os jogadores chegaram a fazer apostas sobre a possibilidade de CR7 deixar o clube.

Leia também: Vinícius Júnior é um dos brasileiros indicados ao 'Golden Boy' 2018; Veja lista

Modric em campo pelo Real Madrid
AS / Reprodução
Modric em campo pelo Real Madrid

“Eu não esperava que nenhum dos dois saísse. Não pensava que o Zidane iria sair e o mesmo digo do Cristiano. Aliás, quando surgiu o rumor sobre a saída do Cristiano, fizemos apostas entre nós no vestiário e estávamos convictos de que ele iria ficar. Mas bem, cada um faz as suas escolhas na vida”.

Questionado se teria vontade de jogar com Lionel Messi, Modric elogiou o argentino, mas afastou qualquer possibilidade de um dia jogar ao lado do craque do Barcelona.

“Jogo contra ele, não com ele (risos). Evidentemente, Messi é um dos melhores jogadores da história, mas nunca jogarei com ele”

Sobre os jogadores com quem sempre sonhou em jogar junto, o croata citou seu compatriota Boban, seu ex-treinador Zidane e o brasileiro Ronaldo.

Leia também: Gareth Bale diz que saída de CR7 fez Real Madrid 'trabalhar mais como equipe'

"Primeiro com Boban, meu ídolo de seleção. Depois, com Zidane. Tive a sorte de tê-lo como treinador e com quem vivemos um dos momentos mais lindos da história do Real Madrid. As vezes, Zidane jogava com a gente e era impressionante ver sua elegância. Teria sido incrível ser seu companheiro de equipe. O terceiro é Ronaldo”, concluiu o melhor jogador do mundo .

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.