Tamanho do texto

O jogador foi acusado por uma mulher americana que conheceu em 2009, em Las Vegas. CR7 comentou os prêmio para Modric e Salah no "The Best"

Kathryn Mayorga diz que foi estuprada por Cristiano Ronaldo em 2009
Der Spiegel / Reprodução
Kathryn Mayorga diz que foi estuprada por Cristiano Ronaldo em 2009

Cristiano Ronaldo usou as redes sociais para se defender da acusação de estupro feita por uma mulher americana e divulgada por revista alemã.

Leia também: Cristiano Ronaldo se sente inseguro na Itália e pede reforço em sua segurança

Em uma transmissão ao vivo, Cristiano Ronaldo tratou o caso como uma notícia falsa.

“O que disseram hoje são "fake news", querem usar meu nome para ter fama. Isso é normal, é parte do meu trabalho. Sou um homem feliz, estou bem”, afirmou o jogador.

A norte-americana Kathryn Mayorga , de 34 anos, revelou que foi estuprada por Cristiano Ronaldo em 2009, em Las Vegas, e que aceitou dinheiro do craque para não tornar o caso público.           

Em entrevista para a revista alemã “Der Spiegel”, a vítima afirmou que Cristiano Ronaldo ofereceu US$ 375 mil, que foram aceitos, pois ela temia por si e por sua família. 

Segundo Kathryn, o jogador, após estuprá-la, perguntou se ela tinha dores e, de joelhos, afirmou: "Sou 99% bom, não sei o que é este 1%". A vítima teria dito várias vezes "não" e pedido para o português parar, mas ele a forçou a fazer sexo anal. 

Leia também: Gareth Bale diz que saída de CR7 fez Real Madrid 'trabalhar mais como equipe'

Cristiano Ronaldo comenta “The Best” 

Modric foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa e quebrou hegemonia de Cristiano Ronaldo e Messi
Divulgação/Fifa
Modric foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa e quebrou hegemonia de Cristiano Ronaldo e Messi

Assim como Messi, o português não esteve presente na cerimônia do prêmio " The Best " da Fifa, que premiou os melhores jogadores da temporada. 

Concorrendo ao prêmio de melhor do mundo, CR7 foi derrotado por seu companheiro da época de Real Madrid, o croata Luka Modric, e o parabenizou. 

"Parabéns para Modric por vencer. Os prêmios são prêmios, já tenho vários. Jogo para vencer e não para ganhar prêmios. Estou há 15 anos no mais alto nível e estou orgulhoso do que tenho feito”.

O atacante da Juventus comentou também o prêmio Puskás, entregue ao egípcio Salah, do Liverpool, mas disse que o seu foi mais bonito. 

Leia também: Agente de Cristiano Ronaldo critica escolha por Modric: "Ridícula e vergonhosa"

“Salah mereceu (o Puskás), foi um bonito gol. Foi um gol incrível. Vamos ser honestos, pessoal, não vamos nos enganar. Meu gol foi melhor”, finalizou Cristiano Ronaldo .

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.