Tamanho do texto

Federação Tcheca de Futebol demitiu Karel Jarolim depois de derrota por 5 a 1 para a Rússia, em amistoso. Técnico substituto ainda não foi anunciado

Técnico Karel Jarolim estava a frente da seleção tcheca desde agosto de 2016
Reprodução
Técnico Karel Jarolim estava a frente da seleção tcheca desde agosto de 2016

O técnico da República Tcheca , Karel Jarolim, foi demitido após perder o amistoso frente a Rússia por 5 a 1, ontem em Rostov. A equipe também tinha perdido da Ucrânia, por 2 a 1, na estreia da Liga das Nações da UEFA na última quinta-feira. A informação foi confirmada pela Federação Tcheca de Futebol, nesta terça-feira (11).

Leia também: UEFA é autorizada a criar novo torneio de clubes a partir de 2021

Jarolim assumiu a seleção de seu país em agosto de 2016, logo após os tchecos terem sido eliminados da fase de grupos da Eurocopa. Durante a passagem do técnico , a equipe venceu dez partidas, empatou quatro e perdeu oito. Foram 32 gols marcados a favor e 28 contra, sendo 11 deles convertidos em apenas uma partida, contra San Marino.

“A situação ficou insustentável e tivemos que agir imediatamente”, afirmou o presidente da Federação de Futebol do país, Martin Malik. Durante o comando de Jarolim, a seleção tcheca sofreu suas maiores goleadas. Além da partida contra a Rússia, perdeu de 4 a 0 para a Austrália em amistoso disputado em junho.

Leia também: Tite responde provocação de Trump: "temos cinco títulos mundiais"

A frustração do ex-jogador de 62 anos foi tanta que ele chegou a declarar depois do jogo que merecia uma execução pública. “A equipe vai precisar de um novo impulso. Em breve saberemos”, disse na saída do estádio. Ainda não foi definido quem assumirá a seleção.

Jarolim atuou pela extinta Tchecoslováquia como jogador de 1982 a 1987. Como treinador trabalhou no Slavia Praga por três oportunidades e também teve passagem pelo futebol árabe com Al-Ahli e Al-Wahda.

A República Tcheca está na Liga B da Liga das Nações da UEFA , grupo 1 com Ucrânia e Eslováquia. O próximo confronto da seleção é contra a Eslováquia no dia 13 de outubro.

Leia também: Campanha racial coloca Inglaterra e Suíça em preto e branco na televisão

Pivô da demissão do técnico da República Tcheca, a Rússia tem se saído bem depois de ter feito história no Mundial de 2018. Além de golear os tchecos em amistoso, a seleção comandada por Stanislav Cherchesov venceu sua estreia na Liga das Nações contra a Turquia por 2 a 1.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.