Tamanho do texto

Realização de uma Copa do Mundo entre dois continentes seria a primeira na história. A edição de 2026 está marcada para EUA, Canadá e México

Taça de campeão da copa do mundo
Divulgação/Fifa
Taça de campeão da copa do mundo

Segundo o canal de notícias marroquino Al Yaoum 24 , Espanha, Portugal e Marrocos estariam negociando uma candidatura conjunta para sediar a Copa do Mundo de 2030. Se aceita, a tentativa seria a primeira na história a envolver países de dois continentes.

Dirigentes do Marrocos teriam percebido que sozinhos a chance de sediar um Mundial seria quase nula. Por esse motivo, resolveram unir forças com os países europeus. O país africano já tentou ser sede por cinco vezes e, na última delas, perdeu para uma candidatura tripla: Estados Unidos, Canadá e México que serão sede da Copa do Mundo de 2026 .

O rei marroquino Mohammed VI, tinha garantido após sua derrota frente aos americanos, que tentaria novamente em 2030. E por que não aproveitar para tentar a edição centenária? Segundo o canal, a candidatura pode se tornar oficial nas próximas semanas.

Apesar de estarem localizados entre dois continentes – África e Europa, os países estão separados por apenas 14 quilômetros de distância pelo Estreito de Gibraltar, o que facilitaria o descolamento de seleções e torcedores.

Leia também: Por incitar a violência contra Messi, dirigente palestino leva multa da FIFA

Marrocos também cogita a possibilidade de lançar uma candidatura toda africana. A reportagem afirma que uma união entre os marroquinos, Argélia e Tunísia não está totalmente descartada, mas perdeu muita força nos últimos dias.

Em 2017, o atual presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, teria dado um indicativo da escolha mais provável para a edição dos 100 anos da Copa do Mundo "claramente é a vez da Europa em 2030". A última foi na Alemanha, em 2006.

A onda das candidaturas conjuntas para a Copa

Canadá, México, EUA sediarão a edição da Copa 2026
Reprodução
Canadá, México, EUA sediarão a edição da Copa 2026

Além da ideia de Marrocos, Espanha e Portugal sediarem a Copa do Mundo de 2030, outra candidatura tripla pode ser anunciada. Argentina, Paraguai e Uruguai entrarão na lista para representar a América do Sul.

Em candidaturas individuais, Inglaterra e China já sinalizaram que estariam interessadas em lançar suas candidaturas para o Mundial. Pela Oceania, a Austrália também tem vontade de receber uma competição, porém a FIFA teria impedimentos quanto aos horários de transmissão e a distância percorrida até o país.

Leia também: França lidera ranking da FIFA; Brasil cai uma posição e Alemanha despenca

A próxima edição da Copa do Mundo, em 2022, será no Qatar.