Tamanho do texto

Cartola do clube italiano cobrou a entidade do futebol europeu para a apropriação do uso de árbitro assistente de vídeo em partidas no continente

James Pallotta, presidente da Roma, cobrou a Uefa para a implantação do árbitro de vídeo
Reprodução
James Pallotta, presidente da Roma, cobrou a Uefa para a implantação do árbitro de vídeo

A Uefa abriu nesta sexta-feira (4) um processo por "conduta inapropriada" contra o presidente da Roma, James Pallotta. A decisão aconteceu depois do dirigente ter exigido a implantação do árbitro assistente de vídeo, o VAR, nas competições do continente europeu.

Leia também: Diretor da Roma explica o motivo de venda de Salah para o Liverpool

O processo será discutido em uma reunião marcada para o dia 31 de maio, na qual a entidade verificará se a Roma ou o mandatário vão receber alguma punição. Além da conduta do presidente, a Comissão de Controle, Ética e Disciplina da Uefa analisará o uso inadequado de artefatos e obstrução de patrimônio.

James Pallotta ficou furioso com o trio de arbitragem da partida entre a Roma e o Liverpool, pelas semifinais da Liga dos Campeões, após o juiz esloveno Damir Skomina e seus assistentes não marcarem dois pênaltis a favor da equipe italiana. Ao final da partida, o presidente cobrou a implantação da tecnologia. "Em primeiro lugar, quero cumprimentar o Liverpool por ter se classificado à final. Em segundo lugar, está na cara de todos que o VAR é indispensável na Champions League. É inaceitável o que vimos", disse Pallotta.

Leia também: Com lances polêmicos, Liverpool perde para Roma, mas fará final contra Real

O cartola cobrou a entidade para implantar o VAR nas competições europeias e evitar que novos erros prejudiquem outras equipes. Pallotta teria ainda ressaltado que "sem VAR, certas manifestações são suscetíveis de ser uma piada absoluta". Até o momento, a Roma não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Leia também: Ídolos da Roma fazem gesto obsceno em frente a escudo do Liverpool e polemizam

Liga dos Campeões

Roma x Liverpool
Reprodução/Twitter/OfficialASRoma
Roma x Liverpool

Com uma vitória por 4 a 2 no jogo de volta da semifinal, a Roma ficou apenas a um gol de levar o duelo contra o Liverpool para a prorrogação e continuar sonhando em se classificar para a final da Champions League. Assim sendo, Liverpool e Real Madrid vão ser os protagonistas da finalíssima da 63ª edição da Liga dos Campeões . O jogo será realizado no dia 26 de maio na cidade de Kiev, na Ucrânia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.