Tamanho do texto

Torcedor do Liverpool comemorou um dos gols da vitória por 2 a 1 do seu time em cima do Manchester City, que foi eliminado da Liga dos Campeões

Um torcedor é detido por policiais no Etihad Stadium durante jogo de volta da Liga dos Campeões
Reprodução
Um torcedor é detido por policiais no Etihad Stadium durante jogo de volta da Liga dos Campeões

Nesta última terça-feira (10), o Manchester City recebeu o Liverpool pelo jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões. O time da casa já tinha perdido no Anfield por 3 a 0 e no Etihad Stadium , foi mais uma vez derrotado por 2 a 1 e confirmou sua eliminação na competição. No entanto, a partida foi marcada por um incidente envolvendo um torcedor visitante.

Leia também: Salah brilha de novo e Liverpool elimina City; Roma faz milagre e elimina Barça

De acordo com o jornal The Sun , uma briga teve início quando um torcedor do Liberpool estava sentado na arquibancada do Manchester City. Acredita-se que ele estava comemorando um dos gols do Red e foi agredido por pelo menos outros dois homens da torcida rival e a assim, a confusão teve início.

Assista o vídeo da briga em Manchester:

Leia também: Palmeiras pede anulação da final após novas imagens de interferência externa

O jogo

Salah e Firmino comemoram vitória em cima do Manchester City
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Salah e Firmino comemoram vitória em cima do Manchester City

A torcida já começou acreditando que o Manchester City poderia conseguir reverter o placar desfavorável. Logo aos dois minutos a missão ficou um pouco mais fácil. Van Dijk, o zagueiro mais caro do mundo, tentou chutar a bola para o campo de ataque, mas ela foi no pé de Fernandinho. O brasileiro deu belo passe para Sterling, que só rolou para Gabriel Jesus abrir o placar. E iniciar o que seria uma pressão do time da casa. 

O City dominava a posse de bola, trocava passes no campo ofensivo e encontrava espaços na zaga do Liverpool, mas pecava na hora do último toque.

Os citizens quase aproveitaram um novo erro da zaga dos Reds aos 22 minutos. Depois de lançamento errado, o lateral Arnold recuou com o peito para Karius, Gabriel Jesus tentou antecipar para cortar o passe, mas faltou pouco para o brasileiro chegar na bola. 

Mesmo com a grande pressão e sem sofrer perigo, o city so criou uma grande chance aos 40 minutos. Bernardo Silva domidou pela direita de ataque, fez bela jogada individual e arriscou de fora da área. A bola teve um leve desvio em Lovren e carimbou a trave do goleiro Karius.

Um minuto depois veio a grande polêmica da partida. Depois de cruzamento para a área, Karius sai de soco e tromba com Jesus. A bola bate no volante Milner e volta para a pequena área do Liverpool, onde Sané está sozinho e completa para o gol vazio. No entanto, o juiz anulou a jogada. Ele marcou impedimento do alemão, de forma equivocada, já que o último toque foi de um jogador dos Reds.

A primeira chance do Liverpool saiu logo antes do final da primeira etapa. Aos 44, Chamberlain tabelou com Salah, driblou Ederson, mas chutou por cima da meta quando estava quase sem ângulo.

Leia também: Cristiano Ronaldo faz listas de dispensas e reforços para seguir no Real Madrid

Na volta do intervalo, o Manchester City continuou trocando passes, mas não conseguia sequer finalizar ao gol do rival. Já o Liverpool estava esperando uma bola para buscar o empate e praticamente sacramentar a classificação. 

E essa chance veio aos 10 minutos. Mané fez grande jogada, Ederson tenta sair para fazer a defesa, mas a bola sobra com Salah. O egípcio dá um toque, de muita classe, por cima de Otamendi e marca o gol que os Reds precisavam para se colocarem em uma posição ainda mais confortável.

Depois de sofrer o gol, o City foi com tudo para o ataque, enquando o Liverpool se compactava e impedia qualquer tentadiva de infiltração do adversário. Assim, o time de Pep Guardiola se limitava a chutar de fora da área e tentar cruzamentos para a área. 

Mesmo assim, o Liverpool ainda tentava mais um gol em contra-ataques, mas não precisou de armar uma jogada para chegar ao segundo gol. O zagueiro Otamendi se atrapalha com a bola e entrega no pé de Firmino. O brasileiro invade a área sozinho e chuta no cantinho de Ederson para fechar o caixão.

Mesmo precisando de cinco gols para se classificar, o Manchester City até conseguiu colocar mais uma bola no fundo da rede, mas novamente foi anulado por impedimento de Sané. Assim, para a alegria do torcedor, o Liverpool volta a uma semifinal de Liga dos Campeões após 10 anos.


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.