Tamanho do texto

Em nota publicada em seu site oficial, o Palmeiras publicou um vídeo com imagens do estádio onde teria ocorrido interferência externa em pênalti

O Palmeiras publicou na noite desta terça-feira uma nota oficial em seu site. O clube pede a anulação da segunda partida da final do Campeonato Paulista , contra o Corinthians. Segundo a publicação, um vídeo postado comprova que houve interferência externa em um lance que pode ter decidido o título. 

Leia também: Corinthians derrota o Palmeiras nos pênaltis e é campeão Paulista pela 29ª vez

Presidente do Palmeiras reclamou da arbitragem, que anulou o pênalti no clássico
Twitter/Reprodução
Presidente do Palmeiras reclamou da arbitragem, que anulou o pênalti no clássico

O Palmeiras disse que as novas imagens das câmeras internas do Allianz Parque são provas irrefutáveis de que houve interferência externa na anulação do pênalti sofrido por Dudu. No lance, o árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza chegou a marcar falta, mas depois de oito minutos de paralisação, voltou atrás.

A imagens revelam que Dionísio Roberto Domingos, diretor de arbitragem da Federação Paulista de Futebol saiu do túnel que dá acesso ao gramado e teve contato com um dos auxiliares a beira do campo. Assim, o clube avisou que vai pedir ao Tribunal de Justiça Desportiva interrogar o diretor.

Para o clube alviverde, Dionísio teria dito aos árbitros que não tinha sido pênalti em cima de Dudu, fazendo com que o juiz voltasse atrás em sua decisão inicial e marcasse apenas escanteio.

Leia também: Presidente do Palmeiras polemiza e Emerson Sheik responde: "É um doente mental"



Veja a nota oficial na íntegra

"As imagens das câmeras de segurança do Allianz Parque, aliadas a outros videos de emissoras de televisão amplamente divulgados, comprovam mais uma vez e agora, de maneira inequívoca e irrefutável, que houve interferência externa para a alteração de uma marcação convicta da arbitragem em campo.

Considerando que trata-se de violação clara das normas da IFAB (International Football Association Board) e do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que deve resultar invariavelmente na anulação da partida, o Palmeiras aguardará o pronunciamento imediato das entidades administrativas do esporte a respeito das providências sobre o assunto, sob pena de adotar todas as medidas cabíveis para garantir a lisura da competição e os seus direitos".

A polêmica

Aos 26 minutos, a grande confusão da partida. O árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza marcou pênalti em lance de Ralf com Dudu. Após muita pressão dos corintianos e, pelo menos, oito minutos parados, conversa com os auxiliares e confusão dos dois times, ele voltou atrás, corretamente, e deu apenas escanteio. Clima ficou muito quente no Allianz Parque.

O presidente Galiotte reclamou muito da arbitragem em entrevista na zona mista após o apito final. Chegou a falar que "o que aconteceu é uma vergonha, um exemplo muito ruim que o futebol brasileiro dá". Ele também afirmou que houve interferência externa na decisão de Marcelo Aparecido.

Leia também: Conselheiros do Palmeiras querem Paulista só com a base e propõem mudanças; veja

"Não ganhamos a partida, porém houve interferência externa. O que o Palmeiras acha disso tudo? Que é uma vergonha! O Palmeiras é muito maior do que o paulistinha. Nós vamos brigar por coisas grandes. Não vamos ficar preocupados com uma situação absolutamente vergonhosa", completou o presidente.

    Leia tudo sobre: Futebol