Tamanho do texto

Zagueiro e capitão da Fiorentina será relembrado pelos compatriotas em amistoso contra a Argentina, que acontecerá em Manchester, na Inglaterra

Davide Astori vai ser homenageado pela seleção da Itália em Manchester
Twitter/Reprodução
Davide Astori vai ser homenageado pela seleção da Itália em Manchester

Em homenagem ao zagueiro Davide Astori , a seleção da Itália vai utilizar nesta sexta-feira (23), no amistoso contra a Argentina, uma frase dedicada ao atleta em seu uniforme. Abaixo do escudo da Azzurra estará a mensagem "Davide sempre conosco" e o número 13, representando a numeração que o jogador usou em sua passagem pela Fiorentina.

Leia também: CT da Fiorentina será rebatizado em homenagem a Davide Astori

Outra homenagem da Itália para Astori, é que nenhum dos 26 jogadores convocados pelo interino Luigi Di Biagio irá utilizar a camisa número 13. Após não se classificar para a Copa do Mundo, a seleção vai iniciar seu novo ciclo diante da Argentina, no Estádio Etihad, em Manchester.

Aos 31 anos de idade, Astori morreu no dia 4 de março, depois de ter sido encontrado morto em um quarto de hotel em Údine. A equipe da Fiorentina se concentrava para uma partida contra a Udinese pelo Campeonato Italiano. Segundo a autópsia, foi evidenciado que o zagueiro teve "morte cardíaca".

Leia também: Tribunal italiano avalia em audiência pedido de falência do Palermo

Retorno de Buffon

Convocado para defender a  seleção italiana  em dois jogos amistosos, o goleiro Gianluigi Buffon, de 40 anos, explicou nesta segunda-feira os motivos pelo qual decidiu voltar a utilizar a camisa número 1 da Azzurra. Mesmo após ter anunciado a sua aposentadoria da seleção italiana, em novembro, após o vexame da eliminação para a Copa do Mundo,  Buffon  decidiu voltar atrás na decisão e foi convocado para a Azzurra pelo técnico interino Luigi Di Biagio, para disputar os amistosos contra a Argentina e a Inglaterra.

No entanto, o experiente goleiro resolveu fazer parte desta renovada seleção italiana por duas grandes razões, uma delas é para "unificar" a equipe, a outra é para homenagear o zagueiro e amigo Davide Astori, que foi encontrado morto em um quarto de hotel no dia 4 de março.

Leia também: Jogadores do futebol italiano são agredidos na porta de casa

"Eu sou uma pessoa consistente, que possui um grande senso de responsabilidade, só isso é suficiente para explicar minha presença. Além disso, sempre fui um elemento unificador dentro da seleção, e espero que a minha convocação seja visto assim", disse o goleiro. "Davide é outra razão pelo qual estou aqui e por que eu gostaria de participar, além de responder essa chamada", acrescentou o goleiro da Itália.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.