Tamanho do texto

Argentino faz lindos dribles, marca dois gols e dá assistência na partida contra o Chelsea. Com vitória por 3 a 0, clube catalão está nas quartas

Jogando em sua casa, o Barcelona aproveitou o caror da torcida, que fez uma linda festa, para vencer o Chelsea por 3 a 0 e se classificar para as quartas de final da Liga dos Campeões . O nome do jogo foi o argentino Messi , que marcou o primeiro e o terceiro, fez uma linda jogada que terminou na assistência para o segundo gol, de Dembélé e deu show com grandes jogadas.

Leia também: Bayern de Munique vence Besiktas novamente e sela vaga nas quartas da Champions

Messi comemora seu 100º gol na Liga dos Campeões com os torcedores do Barcelona no Camp Nou
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Messi comemora seu 100º gol na Liga dos Campeões com os torcedores do Barcelona no Camp Nou

Assim, já estão definidos os clubes classificados para as quartas de final da competição. Três espanhóis (Barcelona, Real Madrid e Sevilla), dois Ingleses (Manchester City e Liverpool), dois italianos (Juventus e Roma) e um alemão (Bayern de Munique).  O sorteio para definir os confrontos vai ser nesta sexta-feira em Lyon, na França, as 17 horas

O jogo

O Barcelona começou arrasador. O time trocou passes desde a saída da bola e ficou dois minutos com ela nos pés. A jogada terminou em uma linda tabela que escontrou Suárez no meio da área. O uruguaio deu lindo toque para Messi, que, mesmo sem ângulo, conseguiu chutar entre as pernas de Courtois para abrir o placar. Esse foi o gol mais rápido da carreira do argentino pelo clube espanhol.

Quando o Chelsea começava a se recuperar e finalizar ao  gol de Ter Stegen, veio o segundo. Hazar tentou o chute, mas foi bloqueado por Umtiti e a bola sobrou com Fábregas. No entanto, Messi foi mais rápido, roubou a bola do espanhol e puxou contra-atque. Com muita velocidade, o argentino deu um drible da vaca em Azpilicueta e rolou para Dembélé. O francês dominou e chutou forte para vencer Courtois e ampliar a vantagem do Barcelona.

No restante da primeira etapa, o Chelsea até começou a criar e se lançar ao ataque, mas a grande chance so veio aos 45 minutos. Em cobrança de falta, o lateral Marcos Alonso acertou a trave em uma finalização quase perfeita.

Leia também: Sevilla e Roma vencem e se classificam para quartas da Liga dos Campeões

O Chelsea voltou melhor após o intervalo. Logo aos 4 minutos, Marcos Alonso aproveitou o bate-rebate na área e foi segurado por Piqué logo antes de tentar a finalização. No entanto, o juiz mandou o lance seguir, gerando muita reclamação dos jogadores do time inglês e até um cartão amarelo para Giroud, que foi quem mais se irritou com o lance.

Aos 17, Messi novamente fez o que ele sabe fazer de melhor e tornou a missão do Chelsea ainda mais difícil. O argentino ganhou na velocidade de Moses, invadiu a área e finalizou de perna esquerda para fazer o segundo dele na partida. O gol foi o de número 100 do atacante em jogos da Liga dos Campeões. Apenas Cristiano Ronaldo (117) já chegou a essa marca. 

Leia também: Real planeja "revolução ofensiva" com Neymar, que deve forçar saída do PSG

Ao levar o terceiro gol, os jogadores ingleses viram que a missão havia se tornado praticamente impossível e deminuiram o rítmo que haviam tido durante os 17 primeiros minutos da segunda etapa. Coube ao Barcelona apenas administrar o resultado e se garantir nas quartas de final da Liga dos Campeões.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.