Tamanho do texto

Clube francês não quer que Neymar passe por cirurgia, enquanto a entidade prefere pela operação para que o jogador esteja 100% na Copa do Mundo

Neymar ainda não sabe se vai passar por cirurgia
Reprodução
Neymar ainda não sabe se vai passar por cirurgia

A lesão de Neymar no final de semana passado iniciou uma verdadeira guerra entre PSG e CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Ainda não está definido se o atacante passará por uma cirurgia no pé e isso vem gerando muito desconforto entre o clube francês e a entidade do futebol brasileiro.

Leia também: Decisão de cirurgia é do PSG, mas Neymar quer estar 100% para Copa

De acordo com o jornal "Sport", o PSG não quer que Neymar faça uma intervenção cirúrgica, acreditando que ele poderia retornar aos gramados em, no máximo, um mês. A CBF, por sua vez, vê a necessidade da operação para que o craque chegue 100% na Copa do Mundo, mas o prazo para volta aos campos seria ampliado para dois meses. 

"A batalha entre a CBF e o PSG está iniciada. A lesão de Neymar e o consequente tratamento para sua recuperação levaram os dois lados a defender posições completamente opostas, cada um defendendo seus objetivos", disse a publicação.

Leia também: Zidane lamenta por Neymar: "Nunca vou desejar que rival não jogue por lesão"

"O jogador, que terá a última palavra, está determinado a operar porque sua prioridade é chegar em boas condições à Copa do Mundo . A CBF está interessada em manter uma relação cordial com o PSG, pois, além de Neymar, tem Marquinhos, Daniel Alves e Thiago Silva na equipe. A entidade já aconselhou o camisa 10, mas sem torná-lo público para não ser visto como os inimigos do PSG", continuou a reportagem do "Sport".

Esperança do PSG

O PSG considera que um tratamento conservador, sem necessidade de cirurgia, pode fazer com que Neymar entre em campo diante do Real Madrid, na terça-feira que vem, no jogo de volta das oitavas de final da Champions League , apesar dessa possibilidade ser remotíssima. Com a cirurgia, a possibilidade seria zero.

Leia também: PSG cogita trocar Mbappé por Coutinho para satisfazer Neymar, diz jornal

"Neymar parece não ter problemas em mostrar que sua prioridade é a Copa. O jogador já ganhou uma Liga dos Campeões com o Barcelona , em 2015, e seu sonho é a Copa do Mundo. Ele já ficou fora da semifinal do Mundial de 2014 no Brasil devido a uma lesão e não quer repetir uma experiência igualmente traumática para forçar a partida contra o Real Madrid. Nem em sua cabeça, nem em seu entorno, especialmente seu pai, passa a ideia de perder a Copa do Mundo para ajudar o PSG", completou o texto.

Está no contrato

Segundo informações da Folha de S. Paulo, quem dá a palavra final sobre a necessidade de cirurgia ou não é o clube da capital da França . Uma cláusula no contrato do jogador prevê que o PSG tem esse poder de decisão quanto aos tratamentos médicos ao atleta.

Caso o atacante se negue a seguir as orientações médicas do clube, há a possibilidade de um rompimento unilateral de contrato. Mas, para que isso aconteça, é necessário o pagamento de uma multa - sem valor revelado. Ainda de acordo com a publicação, esta hipótese é descartada, já que a assessoria de Neymar acredita que é possível convencer o clube da necessidade da operação.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.