Tamanho do texto

Triplex no sétimo andar de Unai Emery foi invadido por ladrões, que deram prejuízo de cerca de R$ 79 mil ao treinador da equipe parisiense

Unai Emery, treinador do PSG, teve sua casa invadida por ladrões
Reprodução
Unai Emery, treinador do PSG, teve sua casa invadida por ladrões

Nesta última quarta-feira (13), enquanto o PSG vencia o Strasbourg por 4 a 2 pelas oitavas de final da Copa da Liga Francesa, a casa do treinador Unai Emery foi assaltada. No momento do incidente, o treinador se encontrava na cidade de Estrasburgo, onde aconteceu o jogo. De acordo com a revista Le Point , ladrões não identificados invadiram o apartamento do comandante da equipe parisiense, no sétimo andar. Além de dinheiro, teriam sido levados documentos, relógios, camisas e bolsas.

LEIA TAMBÉM: Neymar elege o pior jogador e revela se voltaria com Bruna Marquezine

Segundo a publicação francesa, a polícia estimou o prejuízo em 20 mil euros. O valor equivale a cerca de R$ 79 mil. Dentre os itens roubados, estão duas camisas de Neymar , um relógio Rolex de 7 mil euros (R$ 27,6 mil) e duas bolsas da marca Chanel. A invasão teria sido percebida pela esposa do treinador do PSG , Luisa Fernandez.

O apartamento triplex de Emery está localizado no sétimo andar de um edifiício no bairro parisiense do Trocadéro, considerado um dos mais elegantes da capital da França. O 16º distrito da cidade se situa à margem direita do rio Sena. As autoridades locais iniciaram investigações para encontrar os ladrões.

LEIA TAMBÉM: Cinco contratações no futebol europeu em 2017 que não deram certo

De saída?

Mesmo liderando com folga o Campeonato Francês e tendo garantido sua classificação às oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa como primeiro colocado do grupo, o PSG pode demitir o técnico espanhol Unai Emery até o fim do ano.

De acordo com o conceituado jornal L'Équipe ,  os métodos de de trabalho de Emery não se encaixam com a maneira de pensar do presidente do clube, o catari Nasser Al-Khelaïfi, que tem claro na cabeça que o clube parisiense precisa de uma mudança de ar para buscar seus objetivos na temporada.

LEIA TAMBÉM: Briga sangrenta entre torcedores marca maior clássico da Sérvia; imagens fortes

Diante disso, o PSG já começa a se mexer para procurar um substituto e um dos nomes mais cotados é o de Luis Enrique, também espanhol e que treinou Neymar no Barcelona recentemente. Aos 47 anos de idade, Luis Enrique vive um ano sabático depois de deixar o time catalão em maio deste ano e pode retornar em breve, caso Emery seja mesmo demitido.