Tamanho do texto

Goleiro pouco jogou nesta temporada pelo Benfica e após jornal português publicar que ele irá encerrar a carreira em dezembro, a família "confirmou"

A carreira do experiente goleiro Júlio César, de 38 anos, parece estar próxima do fim. Oficialmente no Benfica , mas sem conseguir uma boa sequência de jogos, o brasileiro deve parar já em dezembro, isto é, antes do fim da temporada europeia. O jornal português Record afirmou nesta terça-feira que o arqueiro já tem conversado com a diretoria do clube a respeito do assunto.

Leia também: Marcelo reconhece fraude fiscal na Justiça espanhola e vai pagar R$ 1,9 milhão

Júlio César está de saída do Benfica e família indicou aposentadoria em postagens
Divulgação
Júlio César está de saída do Benfica e família indicou aposentadoria em postagens

Logo depois, uma publicação do filho de Júlio César , Cauet Werner, em uma rede social, praticamente sacramentou a decisão, assim como a esposa Susana Werner, que deixou a entender que o atleta rescindiu seu contrato com o clube português.

"O Caminho acaba aqui, foi um prazer te ver jogar. Muitos títulos conquistados, você não vai deixar de ser um ídolo. Parabéns. Te amo, pai", escreveu o filho do goleiro juntamente com a capa da publicação portuguesa. A decisão do jogador seria por conta das muitas lesões que sofreu nos últimos anos e, consequentemente, pelo desgaste físico.

Leia também: Fifa lança pôster oficial da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O que achou?

"Será que o guerreiro cansou de jogar? Veremos as cenas do próximo capítulo. Obrigada, Benfica! Obrigada, presidente. Boa sorte aos Benfiquistas! Amamos vosso clube e vossa cidade, nem preciso dizer o quanto fomos amados aqui", escreveu a esposa de Júlio na legenda de uma imagem que exalta a carreira do marido.

Atual momento

Nesta temporada, o arqueiro jogou apenas quatro jogos, sendo duas no Campeonato Português, uma na Liga dos Campeões e mais uma na Taça de Portugal. Ele perdeu espaço na equipe de Rui Vitória para Bruno Varela e Svilar, jovem de 18 anos. No duelo da Champions, contra o Basel, viu seu time ser goleado por 5 a 0.

Leia também: Homenagens e celebrações marcam um ano da tragédia com a Chapecoense

Em 2016-17, Júlio César se lesionou algumas vezes e viu Ederson, que ganhou a vaga e foi bem, ser comprado pelo Manchester City como o segundo goleiro mais caro da história e ainda conquistando a vaga de Tite na seleção Brasileira. Foram 15 partidas na temporada passada. Ele está nos Águias desde 2014, logo após a Copa do Mundo disputada no Brasil.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.