Tamanho do texto

Camisa 10 do Paris Saint-Germain não pareceu satisfeito com decisão do árbitro Ruddy Buquett: "Eu fiz tudo o que ele queria, que era me expulsar"

Com o segundo cartão amarelo, Neymar foi expulso dos gramados do estádio Vélodrome aos 40 do segundo tempo
Reprodução
Com o segundo cartão amarelo, Neymar foi expulso dos gramados do estádio Vélodrome aos 40 do segundo tempo

Neste último domingo (22), durante a partida do Paris Saint-Germain com o Olympique de Marselha pela 10ª rodada do Campeonato Francês, Neymar foi mais uma vez protagonista de polêmica. O brasileiro autor do primeiro gol do PSG foi expulso aos 40 minutos do segundo tempo, enquanto o time perdia por 2 a 1. Mas nos acréscimos, Cavani salvou o PSG e fechou o placar em 2 a 2.

LEIA TAMBÉM: Neymar marca, é expulso, e Cavani salva o PSG de derrota nos acréscimos

Após a partida, Neymar comentou sobre a expulsão e a recepção da torcida rival no estádio Vélodrome, que atirou objetos no jogador. "Jogaram de tudo, jogaram um lanche completo (risos). Jogaram até baguete, refrigerante... Jogaram tudo. Isso não faz parte do futebol. Não sei se a federação vê isso como futebol", disse aos jornalistas.

Sobre a expulsão, o atacante pareceu não ter ficado muito satisfeito com a atitude do juiz Ruddy Buquett. "Acho que foi exagerada, foi injusta. Passei o jogo inteiro apanhando bastante, tenho muitas marcas pelo corpo. Foi um lance no qual eu já tinha sofrido a falta. Levei um golpe por trás e fiquei revoltado. Por isso acabei girando e tirando satisfação. Eu fiz tudo o que o árbitro queria, que eu acho que era me expulsar e aparecer mais que os outros jogadores", alegou.

LEIA TAMBÉM: Acusado de má-fé, Neymar é multado em R$ 3,8 milhões pela Justiça brasileira

"Eu não estava de cabeça quente, já fizeram coisas piores no futebol e ninguém foi expulso. Fui tirar uma satisfação errada, assumo o erro também, ninguém tem sangue de barata. A minha tirada de satisfação foi errada e causou a expulsão , fiz o que o árbitro queria", completou Neymar.

LEIA TAMBÉM: Daniel Alves revela como ele e o "irmão" Neymar decidiram jogar no PSG

Campeonato Francês

Com o resultado fora de casa, o time parisiense chegou a 13 jogos sem perder no Campeonato Francês , chegando aos 26 pontos na tabela de classificação, ainda na liderança. O segundo colocado Monaco tem 22, enquanto o Olympique de Marselha foi aos 18, na quinta colocação.

Na próxima rodada do da Ligue 1, o time parisiense recebe o Nice no Parque dos Príncipes, enquanto o Olympique de Marselha visita o Lille no estádio Pierre-Mauroy. E o PSG , claro, não terá Neymar em campo por conta da expulsão deste domingo.

    Leia tudo sobre: futebol