Tamanho do texto

Brasileiro foi expulso aos 40 minutos do segundo tempo quando sua equipe perdia do Olympique de Marselha, mas o uruguaio salvou

O domingo foi de fortes emoções para o torcedor do PSG , que viu seu principal astro ser expulso no duelo diante do Olympique de Marselha. Quando o time perdia por 2 a 1, aos 40 minutos do segundo tempo, Neymar se irritou com o argentino Ocampos após uma falta marcada no meio de campo e iniciou um princípio de confusão. Ele levou o segundo amarelo e, depois, o vermelho. 

Leia também: Daniel Alves revela como ele e o "irmão" Neymar decidiram jogar no PSG

Depois da expulsão, o PSG ainda conseguiu ter forças para buscar o empate por 2 a 2 nos acréscimos do duelo em Marselha, com gol do uruguaio Cavani batendo falta. No primeiro tempo, o volante brasileiro Luiz Gustavo abriu o placar para o Olympique e Neymar empatou - o segundo gol dos donos da casa foi de Thauvin.

Neymar foi expulso, mas o PSG conseguiu escapar da vitória graças a gol de Cavani no fim
Twitter/Reprodução
Neymar foi expulso, mas o PSG conseguiu escapar da vitória graças a gol de Cavani no fim

Na volta do intervalo, o duelo teve um lance polêmico aos nove minitos, quando Amavi, em disputa com Mbappé, acabou dando um tapa na bola no chão dentro da área. O árbitro Ruddy Buquet mandou o jogo seguir, o jovem francês ficou revoltado com a não marcação da penalidade e acabou punido com o cartão amarelo.

Leia também: Brasileiro faz golaço do meio de campo em partida na Europa; confira no vídeo

Com o resultado fora de casa, o time parisiense chegou a 13 jogos sem perder no Campeonato Francês, chegando aos 26 pontos na tabela de classificação, ainda na liderança. O segundo colocado Monaco tem 22, enquanto o Olympique de Marselha foi aos 18, na quinta colocação.

Leia também: Uefa investiga ofensas racistas da torcida da Roma em duelo com o Chelsea

Na próxima rodada do da Ligue 1, o time parisiense recebe o Nice no Parque dos Príncipes, enquanto o Olympique de Marselha visita o Lille no estádio Pierre-Mauroy. E o PSG, claro, não terá o camisa 10 em campo por conta da expulsão deste domingo.

Daniel Alves revela

Em entrevista recente, o lateral Daniel Alves confirmou que preferiu escolher o clube de Paris ao invés do Manchester City porque sabia que Neymar chegaria. "Sabia que ele queria outras coisas e que queria sair de Barcelona. Conhecia as intenções dele desde a concentração com a seleção brasileira (em junho)", revelou o lateral.

    Leia tudo sobre: Futebol