Tamanho do texto

Outro jogador do Celtic se pronunciou sobre as polêmicas que envolvem Neymar durante a partida da fase de grupos da Liga dos Campeões

Mikael Lustig e Neymar na partida entre Paris Saint-Germain e Celtic
Reprodução
Mikael Lustig e Neymar na partida entre Paris Saint-Germain e Celtic

As polêmicas com Neymar no último jogo do PSG contra o Celtic na fase de grupos da Liga dos Campeões ainda não acabaram. Alvo de comentários ruins pela imprensa europeia por suas atitudes com o zagueiro adversário Anthony Ralston, o brasileiro foi mais uma vez criticado. Desta vez, pelo sueco Mikael Lustig, também do time escocês.

LEIA TAMBÉM: "Maicon chegava bêbado nos treinos da Inter de Milão", diz ex-colega de time

“Com Neymar aconteceu o de sempre. Ele é um jogador incrível que segue fazendo essas coisas, faz parte do jogo dele. Ele tenta tirar o zagueiro do controle, mas quero dar a ele um conselho. Se quer chegar ao nível do Messi, deve deixar de fazer tanto teatro”, Lustig ao jornal espanhol "Mundo Deportivo".

Mas esta não é a primeira vez que o lateral sueco fala sobre as atitudes do atacante brasileiro. Mikael Lustig já chegou a jogar contra Neymar, quando este ainda defendia o Barcelona. "É o grande ator do futebol mundial. Sempre cai muito rápido, você não pode tocar nele”, disse na ocasião.

LEIA TAMBÉM: Neymar ironiza rival com beijinho, aponta placar e se nega a cumprimentá-lo

Confusão contra o Celtic

Neymar e Anthony Ralston
Reprodução
Neymar e Anthony Ralston

A confusão na partida começou quando o jogador do Celtic Anthony Ralston teria dado uma risada de um lance no qual Neymar se jogou e levou cartão amarelo. O atacante brasileiro não gostou nada da ironia, disse algumas palavras ao adversário, mandou um beijinho e ainda fez um sinal com as mãos para indicar o placar, que estava em 3 a 0 para o PSG.

A partida terminou em 5 a 0 para o time francês e o jovem de 18 anos do Celtic ainda tentou fazer as pazes, mas sem sucesso. O atacante brasileiro se recusou a cumprimentar Anthony ao fim da partida e ainda se negou a trocar camisas. A atitude do jogador repercutiu de forma muito negativa na mídia europeia.

LEIA TAMBÉM: Ronaldinho se veste de Jedi e revive momento mais dramático na Champions; vídeo

Em entrevista ao site "Herold Scotland", o zagueiro falou sobre o ocorrido e atitude de Neymar. "Eu não vou pensar nisso muito. Se esse é o caminho que ele quer seguir, tudo bem. Eu não ligo. Como eu disse, todos nós somos diferentes. Então não vou perder a minha noite de sono", disse Ralston.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.