Tamanho do texto

Segundo o "Le Parisien", o atleta saiu do PSG por falta de confiança de Unai Emery. O atacante foi vendido ao Tottenham na quarta-feira

Lucas foi anunciado como a nova contratação do Tottenham para o restante da temporada durante a vitória do clube londrino contra o Manchester United. Nesta quinta-feira, o jornal francês “Le Parisien” divulgou um dos motivos para a venda do atacante. O portal informou que o técnico do PSG , Unai Emery, desconfiava que ele era um dos informantes que divulgava os bastidores da equipe aos jornalistas.

Leia também: Confira as maiores contratações dos clubes da Europa na janela de inverno

Lucas sendo apresentado para a torcida do Tottanham
Reprodução/Twitter/Tottenham
Lucas sendo apresentado para a torcida do Tottanham

Segundo o jornal, Lucas era uma das pessoas que ajudava os tablódes a ter o conhecimento da relação entre Neymar e Cavani, por exemplo. Este caso gerou uma grande confusão interna no clube e rachou parte do elenco no início da temporada. Além do brasileiro, o treinador do PSG também não confia no meia Ben Arfa, mas este ainda continua como atleta da equipe.

A desconfiança do treinador teria sido um dos principais motivos para que Lucas não fosse muito utilizado pela equipe e que sua venda fosse concretizada ainda na janela de transferência.

Leia também: É oficial! Em vídeo descontraído, Tottenham anuncia a contratação de Lucas Moura


Declaração de Neymar

Neymar declarou que era contra a venda do compatriota e que o companheiro foi vítma de injustiça. “Foi pouco aproveitado aqui. Vejo até uma injustiça nisso. Aqui ele poderia ser muito útil para nós. Mas eu não sou o dono do time, não sou o dono do Paris. Isso não cabe a mim. Se coubesse a mim, o Lucas não ia embora daqui nunca”, disse o camisa 10 do Paris Saint Germain.

Leia também: "É apenas o começo", diz Neymar sobre grande fase no Paris Saint-Germain

Lucas tem 25 anos e foi vendido pelo PSG ao Tottenham por cerca de R$ 110 milhões. Os valores exatos não foram divulgados. O jogador teve 49 gols e 50 assistências em 229 atuando em Paris. Em 2018, o brasileiro entrou em campo em apenas seis partidas pelo clube francês, atuando por 79 minutos.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.