Marcos no Palmeiras
Gazeta Press
Marcos no Palmeiras

O ex-goleiro Marcos , ídolo do Palmeiras , saiu em defesa do eterno rival Marcelinho , com quem travou tantos embates contra o Corinthians, por seu encontro com o presidente Jair Bolsonaro .

Apoiador do político, o ex-atleta defendeu a atitude e desejou sua solidariedade ao ex-rival.

"Minha solidariedade a você, Marcelinho. Clubes de futebol são feitos por seus torcedores, de diversas etnias, diversas religiões, clubes apartidários. Veste a camisa quem quiser, ninguém manda sozinho em um clube. Essa camisa é sua, que você vestiu e fez história. Você presenteia quem quiser. Por que não vão na cadeia para tirar a camisa de 'qualquer um' que veste um assassino?", afirmou.



Na publicação, Marcos ainda cita que 'a democracia é muito bonita saindo pela boca, mas pouco utilizada na prática pela classe da lacração', criticando os opositores de Jair Bolsonaro .

"Você deu uma camisa ao presidente, maior autoridade do país, seja quem quer que fosse o presidente, você fez sua parte como embaixador. Infelizmente, a democracia é muito bonita saindo pela boca, mas pouco utilizada na prática pela classe da lacração", concluiu.

Marcelinho Carioca se encontrou com Jair Bolsonaro e entregou uma camisa do Corinthians na versão atualizada com o patrocínio da BMG em preto e branco. Entretanto, tanto o clube como a marca negaram envolvimento na ação do ex-jogador, que era embaixador da parceria e acabou sendo demitido .

A atitude de Marcelinho revoltou torcedores e também ex-jogadores do clube, entre eles, o comentarista  Walter Casagrande, que fez um vídeo defendendo a democracia.

Posteriormente, foi confirmado que  Marcelinho será candidato a vereador em São Paulo, pelo PSL.

    Veja Também

      Mostrar mais