Com dois de Savarino, Atlético-MG derrota o Palmeiras e aumenta vantagem na liderança do Brasileirão
Pedro Souza/Atlético
Com dois de Savarino, Atlético-MG derrota o Palmeiras e aumenta vantagem na liderança do Brasileirão


Em partida válida pela 16ª rodada do Brasileirão 2021, o Atlético-MG venceu o Palmeiras pelo placar de 2 a 0 no Estádio Mineirão. Com o resultado, o Galo chegou aos 37 pontos e está na liderança do torneio. Já o Alviverde está na 2ª colocação, com 32 pontos.

(Veja abaixo galeria de fotos do jogo)


Jogo começa equilibrado mas com propostas diferentes

O início da partida foi muito estudado e as equipes ainda estavam entrando no ritmo, assim o Atlético ficava mais com a posse e o Palmeiras deixava a bola ficar com os mandantes e subia a marcação caso os zagueiros atleticanos ficassem trocando passes sem objetividade. O ataque leve escalado por Abel Ferreira permitia que os atacantes ficassem a vontade para pressionar quando fosse necessário.

Você viu?

Com o andamento do jogo, o Atlético passou a tomar as rédeas do confronto e levou mais perigo ao gol de Weverton, mesmo que não exigisse nenhuma grande defesa do goleiro alviverde. O Palmeiras apostava muito na troca de passes rápidos e buscou usar a velocidade dos pontas para incomodar a zaga do Galo, principalmente quando Wesley ou Gustavo Scarpa tinham a bola pela esquerda do ataque.

Arana passa a se destacar e o Verdão sofreu com um homem a menos

O Atlético-MG já era melhor na partida e apostava muito na ofensividade de Arana pelo lado esquerdo para criar as chances de gol. Gabriel Menino teve muito trabalho para cobrir o camisa 13 atleticano, que conseguia muitas vezes entrar na área para achar um companheiro livre, porém a defesa palmeirense conseguia afastar o perigo na maioria das vezes

O único meio que o Palmeiras encontrou para incomodar a defesa adversária foi com cruzamentos de Scarpa visando Willian, mas o atacante sofreu para ganhar as bolas aéreas de Nathan Silva e Junior Alonso. O Galo era melhor no jogo e tudo só ficou mais favorável quando Patrick de Paula recebeu o segundo cartão amarelo e terminou expulso aos 35 minutos do primeiro tempo, junto com o técnico Abel Ferreira, que também recebeu o vermelho por reclamação.

Com um homem a menos, Scarpa ajudou a compor o meio campo e assim o ataque do Palmeiras se tornou inoperante, focando apenas em se defender e não sofrer o gol. Entretanto, após muitas tentativas, Guilherme Arana acertou um cruzamento e achou Savarino livre para completar para o gol e abrir o placar no Mineirão no último lance do primeiro tempo.


Palmeiras muda no intervalo mas o Atlético segue com o domínio absoluto

No intervalo, o Palmeiras promoveu quatro alterações e alterou totalmente o estilo de jogo, colocando em prática um esquema com três zagueiros e Rony como o homem mais avançado do ataque. Apesar das mudanças, o Atlético continuou mandando no jogo e passou a encurralar o Verdão no campo de defesa, com Hulk sendo o articulador da jogadas e não permitindo que os visitantes sequer tivessem a posse da bola.

Até os 15 minutos da etapa final, o jogo estava em ritmo de treino para o Atlético, trocando passes na intermediária ofensiva e buscando algum espaço para infiltrar na defesa desfalcada do Palmeiras.

Arana acha novamente Savarino na área e o Galo liquida o jogo no Mineirão

Imprimindo o ritmo do jogo, o Atlético rodava a bola pelo campo de ataque com tranquilidade e conseguia sempre achar algum atleta livre por conta do homem a mais. Jogada mais forte do Galo na primeira etapa, Arana foi para o ataque como um ponta e em cruzamento rasteiro, encontrou Savarino para finalizar e ampliar o marcador para os mandantes, praticamente definindo o jogo, devido a forma que o jogo se desenhava até o apito final.

O restante da partida seguiu a mesma tônica, com o Atlético mantendo a posse de bola, chegando a ficar com 72% e o Palmeiras acuado sabendo que tinha desvantagem numérica. Dessa forma o Galo garantiu os três pontos e ampliou a vantagem para o Palmeiras na liderança para cinco pontos.

No próximo jogo, o Atlético-MG recebe o River Plate pelo jogo de volta das quartas de final da Libertadores, no dia 18/08, às 21h30. Já o Palmeiras recebe o São Paulo, também pela Libertadores, em sua arena, no dia 17, às 21h30.

Ficha técnica
ATLÉTICO-MG 2 x 0 PALMEIRAS
Local:
Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo - FIFA/RJ
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa - FIFA/RJ e Thiago Henrique Neto Correa Farinha - RJ
VAR: Rodrigo Nunes de Sa - FIFA/RJ, Silbert Faria Sisquim - RJ e Cleidy Mary dos Santos Nunes Ribeiro - SC
Público/renda: Portões fechados
Cartões amarelos: Jair e Nacho Fernández (ATL); Patrick de Paula x2 (PAL)
Cartões vermelhos: Patrick de Paula, Abel Ferreira e João Martins (PAL)
Gols: Savarino (49’/1ºT) (1-0); Savarino (17'/2ºT) (2-0)

ATLÉTICO-MG: Éverson; Mariano, Junior Alonso, Nathan Silva e Guilherme Arana; Tchê Tchê e Jair (Dylan, 23'/2ºT); Savarino (Nathan, 38'/2ºT), Nacho Fernández (Calebe, 38'/2ºT) e Vargas (Keno, 33'/2ºT); Hulk (Eduardo Sasha, 33'/2ºT). Técnico: Cuca.

PALMEIRAS: Weverton (Jaílson, 22'/2ºT); Gabriel Menino, Gustavo Gómez, Felipe Melo e Piquerez; Patrick de Paula e Danilo; Wesley (Zé Rafael, 00'/2ºT), Gustavo Scarpa (Danilo Barbosa, 00'/2ºT) e Gabriel Verón (Luan, 00'/2ºT); Willian (Rony, 00'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários