Neymar em jogo pelas Eliminatórias na Arena da Amazônia, em Manaus
Sergio Santana
Neymar em jogo pelas Eliminatórias na Arena da Amazônia, em Manaus

O documentário "Neymar Jr, Dinastia de Reis", divulgado na última semana pela plataforma de streaming DAZN, polemizou pela fala de Neymar (veja na galeria abaixo fotos) sugerindo que a Copa de 2022, no Catar, poderia ser a sua última . A declaração gerou estranheza ao PSG, que buscou saber mais sobre essa possibilidade, já que o craque tem apenas 29 anos. O estafe do camisa 10 da seleção também não gostou.


Segundo a coluna Futebol Pelo Mundo, do UOL, a frase de Neymar foi tirada de contexto e divulgada meses depois da entrevista ter sido feita, em abril. A equipe de comunicação do atleta não entendeu o motivo de a fala sobre a "despedida" em 2022 ter ganhado tanto destaque, já que seria um trecho negativo da entrevista.

"Eu encaro como a minha última porque não sei se terei mais condições, de cabeça, de aguentar mais futebol", afirmou Neymar no trecho polêmico do documentário.

Após a fala circular pelo mundo e gerar questionamentos sobre os planos do atacante, o tetracampeão do mundo pela seleção Leonardo, diretor de futebol do PSG, teria até entrado em contato com Neymar para entender seu plano de carreira, já que ele tem contrato até 2026 com o clube parisiense.

Também nesta semana, a  polêmica envolvendo Neymar e Galvão Bueno incomodou o estafe do atleta e esquentou o clima entre o camisa 10 da seleção e o principal narrador da TV Globo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários