Danilo Silva de Oliveira está entre suspeitos de incendiar Borba Gato
Reprodução
Danilo Silva de Oliveira está entre suspeitos de incendiar Borba Gato

O motorista Danilo Silva de Oliveira, 36, está entre os suspeitos que atearam fogo na estátua do Borba Gato, na zona sul da capital paulista, no dia 24 de julho. De acordo com a Polícia Civil de São Paulo, Oliveira é membro do grupo que participou do ato de vandalismo.

Na última quarta-feira (28), ele se apresentou ao distrito policial junto com outro participante da manifestação, Paulo Roberto da Silva Lima, o Galo, e admitiu ter participado do ato. Ele prestou depoimento e terminou liberado na sequência, mas foi indiciado e deve responder a processo judicial.  (Veja na galeria abaixo fotos da manifestação)


Conhecido como Biu, Oliveira já esteve preso por mais de cem dias em Oruro, na Bolívia. Em 20 de fevereiro de 2013, ele e mais 11 corintianos foram apontados como responsáveis ​​pela morte de Kevin Espada, de 14 anos.  O jovem foi atingido por um sinalizador deflagrado por um torcedor do Corinthians, distante cerca de 30 metros, durante a o jogo do San José contra o Corinthians pela Libertadores. Estima-se que o artefato tenha atingido Kevin em seu rosto a uma velocidade superior a 300 km/h, provocando morte instantânea.

Dias após retornar ao Brasil, o crime foi confessado por um jovem de 17 anos, que segundo ele teria ocorrido de maneira acidental. Após impasses judiciais,  nenhum deles foi punido pelo episódio. Oliveira, que no momento da morte do jovem boliviano nem estava dentro do estádio, foi solto junto com outros seis corintianos após 106 dias de cárcere.

A respeito da ação em São Paulo, ele disse aos policiais que participou do ataque ao monumento, mas apenas ajudando no transporte dos pneus que foram usados ​​para provocar o fogo.

"A ideia inicial era apenas fechar a rua com pneus e atear fogo. Algumas pessoas se empolgaram e resolveram colocar fogo na estatura", disse Oliveira, conforme depoimento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários